UM BRINDE AO CRA­QUE

POR­TU­GUÊS CRISTIANO RONALDO É ELEITO O MELHOR DO MUNDO PELA 4ª VEZ

Metro Brazil (Porto Alegre) - - Front Page -

Co­mo to­dos já es­pe­ra­vam, Cristiano Ronaldo foi pre­mi­a­do on­tem pela Fi­fa, em cerimônia na Suí­ça, co­mo melhor jo­ga­dor do mundo em 2016. Cam­peão da Li­ga dos Cam­peões e do Mun­di­al de Clu­bes com o Re­al Ma­drid e da Eu­ro­co­pa com Por­tu­gal, o ata­can­te fa­tu­rou o tro­féu pela quarta vez e ago­ra tem ape­nas uma con­quis­ta a me­nos em re­la­ção ao seu “ri­val”, o ar­gen­ti­no Li­o­nel Mes­si.

Gran­de fa­vo­ri­to na dis­pu­ta, CR7 já ha­via fa­tu­ra­do o prê­mio Bo­la de Ou­ro da re­vis­ta “Fran­ce Fo­ot­ball” no fim do ano pas­sa­do. As pre­mi­a­ções eram uni­fi­ca­das des­de 2009, mas, nes­te ano, a par­ce­ria se des­fez. Pa­ra re­ce­ber a hon­ra­ria, Cristiano Ronaldo te­ve 34,54% dos vo­tos.

Em seu dis­cur­so, o cra­que dis­se que 2016 foi o melhor ano da sua car­rei­ra e ain­da apro­vei­tou pa­ra al­fi­ne­tar o 10 do Bar­ce­lo­na – que não foi à cerimônia.

Mes­si (26,42%) fi­cou em se­gun­do lu­gar, se­gui­do pe­lo fran­cês An­toi­ne Gri­ez­mann (7,53%), do Atlé­ti­co de Ma­drid. O ata­can­te fi­cou no qu­a­se em 2016 ao ser vi­ce-cam­peão da Li­ga dos Cam­peões e da Eu­ro­co­pa.

O por­tu­guês che­gou à pri­mei­ra con­quis­ta do melhor do mundo de 2008, mas de­pois viu Mes­si fa­tu­rar o prê­mio qua­tro ve­zes se­gui­das. Em 2013, o ga­jo vol­tou ao to- po do mundo e não es­con­deu as su­as lá­gri­mas de alí­vio ao rom­per a sequên­cia do ar­gen­ti­no. Em 2014, ele re­pe­tiu o fei­to e ago­ra, em 2016, en­cos­tou de vez no cra­que do Bar­ça. Mes­si con­quis­tou o prê­mio pela quin­ta vez em 2015.

Pa­ra am­bos, 2017 se­rá de­ci­si­vo. Mes­si com­ple­ta 30 anos e, ao la­do de Cristiano Ronaldo (31), bus­ca uma for­ma de se rein­ven­tar em cam­po pa­ra per­mi­tir jo­gar em al­to ní­vel por mais tem­po. O por­tu­guês vem ga­ran­tin­do que es­tá mais bem pre­pa­ra­do em ter­mos fí­si- cos pa­ra en­fren­tar a úl­ti­ma eta­pa de sua car­rei­ra e que, por­tan­to, es­pe­ra se igua­lar ou até mes­mo su­pe­rar o ar­gen­ti­no.

“Gos­ta­ria mui­to que o Mes­si, as­sim co­mo os de­mais jo­ga­do­res do Bar­ce­lo­na, es­ti­ves­sem aqui tam­bém. Es­te foi o melhor ano da mi­nha car­rei­ra.” CRISTIANO RONALDO, EM DIS­CUR­SO APÓS RE­CE­BER A PRE­MI­A­ÇÃO

| RUBEN SPRICH/REUTERS

Cristiano Ronaldo não per­do­ou a au­sên­cia de Mes­si na pre­mi­a­ção e cu­tu­cou o ‘ri­val’ em seu dis­cur­so

| RUBEN SPRICH/REUTERS

Car­li Lloyd, elei­ta a melhor do mundo

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.