Ope­ra­ção pren­de 62 PMs que co­bra­vam pro­pi­na

Metro Brazil (Porto Alegre) - - Brasil -

Po­li­ci­ais atrás de po­li­ci­ais. Na mai­or ope­ra­ção da his­tó­ria do Rio de Ja­nei­ro con­tra PMs cor­rup­tos, on­tem, qua­se mil agen­tes das po­lí­ci­as Ci­vil e Mi­li­tar pren­de­ram 62 PMs, que, na ver­da­de, eram ban­di­dos far­da­dos. “Dis­far­ça­dos” de agen­tes da lei, to­dos li­ga­dos ao Ba­ta­lhão de São Gon­ça­lo, na re­gião me­tro­po­li­ta­na, eles são acu­sa­dos de se ven­de­rem ao trá­fi­co da re­gião, num es­que­ma que ren­dia ao gru­po mais de R$ 1 mi­lhão por mês. A ope­ra­ção Ca­la­bar pren­deu ain­da 22 tra­fi­can­tes.

A in­ves­ti­ga­ção, que te­ve apoio da Cor­re­ge­do­ria da PM e do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co, mos­tra que os agen­tes atu­a­vam co­mo “va­re­jis­tas do cri­me”. Pa­ra co­brar pro­pi­nas se­ma­nais de tra­fi­can­tes, eles ofer­ta­vam uma ex­ten­sa lis­ta de ser­vi­ços às fac­ções. Fa­zi­am vis­ta gros­sa pa­ra o trá­fi­co de ar­mas e dro­gas; alu­ga­vam pis­to­las, me­tra­lha­do­ras e fu­zis da cor­po­ra­ção; re­ven­di­am ar­mas e dro­gas apre­en­di­das em ações; e es­col­ta­vam os ban­di­dos.

“A pro­pi­na ia de R$ 1,5 mil a R$ 2,5 mil por se­ma­na pa­ra ca­da equi­pe. Va­lo­res que che­ga­vam tran­qui­la­men­te a mais de R$ 1 mi­lhão por mês”, afir­mou o pro­mo- tor Sér­gio Lopes.

Pa­ra con­se­guir mais di­nhei­ro, os PMs tam­bém se­ques­tra­vam tra­fi­can­tes e pe­di­am até R$ 10 mil de res­ga­te. Es­cu­tas te­lefô­ni­cas fla­gra­ram um epi­só­dio ain­da mais inu­si­ta­do. Agen­tes as­sal­ta­ram uma bo­ca de fu­mo em uma das fa­ve­las e eles mes­mos re­a­li­za­ram um “sal­dão da dro­ga”, pa­ra ven­der ra­pi­da­men­te.

De­la­ção pre­mi­a­da

A des­co­ber­ta da cor­rup­ção te­ve iní­cio qu­an­do po­li­ci­ais da DH (Di­vi­são de Ho­mi­cí­di­os) de Ni­te­rói e São Gon­ça­lo tra­ba­lha­vam na ocor­rên­cia da mor­te de um po­li­ci­al, em fe­ve­rei­ro de 2016. Eles des­con­fi­a­ram de um car­ro e abor­da­ram o mo­to­ris­ta. Com Sandro de Oliveira Vi­nha, co­nhe­ci­do co­mo “Gor­di­nho do Gol bran­co”, en­con­tra­ram R$ 28 mil em es­pé­cie e três pis­to­las.

O sus­pei­to pre­so, que era um dos en­car­re­ga­dos pe­los cor­rup­tos de fa­zer o re­co­lhi­men­to da pro­pi­na em di­ver­sas fa­ve­las do mu­ni­cí­pio, ade­riu à de­la­ção pre­mi­a­da e es­miu­çou to­do o es­que­ma. So­men­te ele re­co­lhia R$ 250 mil de “arrego” por se­ma­na.

| RI­CAR­DO MO­RA­ES/REUTERS

PMs fo­ram le­va­dos pa­ra a Ci­da­de da Po­lí­cia, em Ni­te­rói

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.