Pro­fes­so­res es­ta­du­ais de­ci­dem en­tram em gre­ve

Metro Brazil (Porto Alegre) - - Foco -

A gre­ve dos pro­fes­so­res do Es­ta­do es­tá con­fir­ma­da. A de­ci­são da ca­te­go­ria foi to­ma­da on­tem em as­sem­bleia que reu­niu 2 mil edu­ca­do­res li­ga­dos ao Cpers-Sin­di­ca­to no lar­go Glê­nio Pe­res, no Cen­tro His­tó­ri­co.

A pa­ra­li­sa­ção de­ve se­guir no Es­ta­do por tem­po in­de­ter­mi­na­do. Além da gre­ve, uma caravana irá per­cor­rer o Rio Gran­de do Sul pa­ra ori­en­tar os pro­fes­so­res, já que a gre­ve é op­ci­o­nal.

O sin­di­ca­to ain­da de­ve en­trar na Jus­ti­ça con­tra o Es­ta­do, com a ale­ga­ção de que o go­ver­na­dor Jo­sé Ivo Sar­to­ri des­cum­pre a Cons­ti­tui­ção Fe­de­ral ao par­ce­lar o sa­lá­rio do fun­ci­o­na­lis­mo pú­bli­co. O va­lor da pri­mei­ra par­ce­la do úl­ti­mo sa­lá­rio, de R$ 350, de­po­si­ta­da na se­ma­na pas­sa­da, é con- si­de­ra­do “de­su­ma­no” pe­los edu­ca­do­res.

A pre­si­den­te do Cpers, He­le­nir Schü­rer, acre­di­ta que os pro­fes­so­res da re­de es­ta­du­al so­frem uma “tor­tu­ra psi­co­ló­gi­ca” de­vi­do aos par­ce­la­men­to e ao qua­dro de pe­nú­ria fi­nan­cei­ra do Es­ta­do. “O go­ver­no ain­da não es­tá sa­tis­fei­to com a hu­mi­lha­ção, com a chan­ta­gem e com a tor­tu­ra que ho­je nos­sos pro­fes­so­res e fun­ci­o­ná­rio so­frem”, afir­mou.

Pa­ra He­le­nir, a ca­te­go­ria foi obri­ga­da a en­trar em gre­ve. “O go­ver­no Sar­to­ri es­tá jo­gan­do de no­vo pa­ra uma gre­ve. Es­sa resistência é uma au­la pa­ra os nos­sos alu­nos”, dis­se.

An­tes de em­bar­car pa­ra a Ale­ma­nha, o go­ver­na­dor ar­gu­men­tou, em no­ta, que la­men­ta a de­ci­são, ain­da que re­co­nhe­ça seus mo­ti­vos. “[A gre­ve] não aju­da em na­da a re­sol­ver o pro­ble­ma”, ava­li­ou Sar­to­ri.

| DANIELA LEMES/RÁ­DIO BAN­DEI­RAN­TES

Pre­si­den­te do Cpers li­de­rou ato

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.