In­dús­tria. Pro­du­ção avan­ça pe­lo quar­to mês se­gui­do

Metro Brazil (Porto Alegre) - - Economia - | FABIO R. POZZEBOM/ABR

Em­ba­la­da pe­lo bom de­sem­pe­nho dos bens de con­su­mo, a pro­du­ção da in­dús­tria su­biu 0,8% em ju­lho na com­pa­ra­ção com ju­nho, me­lhor de­sem­pe­nho pa­ra o mês des­de 2014 (1,3%). Se­gun­do o IBGE (Ins­ti­tu­to Bra­si­lei­ro de Ge­o­gra­fia e Es­ta­tís­ti­ca), foi o quar­to mês se­gui­do no azul, al­go que não ocor­ria des­de 2012.

“A in­dús­tria mos­tra com­por­ta­men­to ni­ti­da­men­te di­fe­ren­te após 4 me­ses de al­ta. Há um per­fil dis­se­mi­na­do de cres­ci­men­to”, dis­se o co­or­de­na­dor da pes­qui­sa no IBGE, An­dré Ma­ce­do. Ele acres­cen­ta, no en­tan­to, que a in­dús­tria ain­da ope­ra no pa­ta­mar se­me­lhan­te ao iní­cio de 2009 e lon­ge do seu pi­co his­tó­ri­co.

No acu­mu­la­do dos úl­ti­mos do­ze me­ses, a in­dús­tria re­cu­ou 1,1% em ju­lho.

O des­ta­que po­si­ti­vo em ju­nho foi a ca­te­go­ria Bens de con­su­mo du­rá­veis, que avan­çou 2,7%. Já Bens se­mi­du­rá- veis e não du­rá­veis cres­ce­ram 2% no mês. Os Bens de ca­pi­tal, um in­di­ca­dor de in­ves­ti­men­to, ti­ve­ram al­ta de 1,9%.

En­tre os 24 ra­mos pes­qui­sa­dos, 14 apre­sen­ta­ram cres­ci­men­to. “A me­lho­ra da in­dús­tria é pu­xa­da por bens du­rá­veis co­mo ele­tro­do­més­ti­cos e li­nha mar­rom. O con­su­mo re­a­ge a es­tí­mu­los que vem da li­be­ra­ção do FGTS, in­fla­ção mais bai­xa e me­lho­ra re­si­du­al do mer­ca­do de tra­ba­lho”, dis­se Ma­ce­do.

Me­lho­ra é pu­xa­da por bens du­rá­veis, se­gun­do o IBGE

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.