Es­ta­ci­o­na­men­to vi­ra po­lê­mi­ca

Metro Brazil (Porto Alegre) - - Foco -

A opo­si­ção ao go­ver­no do pre­fei­to Nelson Mar­che­zan Jú­ni­or na Câ­ma­ra Mu­ni­ci­pal le­van­tou on­tem o de­ba­te so­bre a pos­si­bi­li­da­de de cons­tru­ção de um es­ta­ci­o­na­men­to no Par­que da Har­mo­nia. O mu­ni­cí­pio co­gi­ta re­a­li­zar a con­ces­são à ini­ci­a­ti­va pri­va­da pa­ra aju­dar a ge­rir a or­la do Gu­aí­ba quando es­ti­ver re­vi­ta­li­za­da, obra que de­ve fi­car pron­ta no mês que vem. Co­mo as concessões e lo­ca­ções que es­tão pre­vis­tas no pro­je­to não de­ve­rão ser su­fi­ci­en­tes pa­ra a ma­nu­ten­ção da área, a ideia é con­ce­der mais es­pa­ços, co­mo o do pos­sí­vel es­ta­ci­o­na­men­to.

“É uma ideia que as­sus­ta mui­to e es­tá to­tal­men­te na con­tra­mão da his­tó­ria. As ci­da­des pen­sam em ou­tras al­ter­na­ti­vas”, dis­se o ve­re­a­dor Mar­ce­lo Sgar­bos­sa (PT). O pe­tis­ta ar­gu­men­ta que é con­tra co­lo­car o car­ro no cen­tro dos in­ves­ti­men­tos. “É mais um in­cen­ti­vo pa­ra o que já se es­go­tou na ci­da­de: o flu­xo de car­ros”, afir­mou. Sgar­bos­sa tam­bém cri­ti­cou o pre­fei­to. “O Mar­che­zan é um ca­ra jo­vem com idei­as ve­lhas”, de­fi­niu.

O se­cre­tá­rio mu­ni­ci­pal de Re­la­ções Ins­ti­tu­ci­o­nais, Bru­no Va­nuz­zi, de­fen­deu a pro­pos­ta: “Há uma via de ter­ra ba­ti­da pa­ra­le­la à Bei­ra-Rio que es­tá aban­do­na­da, na mão de guar­da­do­res e mo­ra­do­res de rua que co­bram pe­lo uso do ci­da­dão, e que po­de­rá ser trans­for­ma­da em es­ta­ci­o­na­men­to com se­gu­ran­ça pa­ra o usuá­ri­os dos par­ques Ma­ri­nha, da or­la e Har­mo­nia. In­clu­si­ve há uma bar­ra­co de in­va­so­res com um pla­ca in­di­can­do o pre­ço de R$ 5 no aces- so pe­la área des­ti­na­da à Os­pa”, apon­tou.

A obra es­tá mais de 80% con­cluí­da, se­gun­do a pre­fei­tu­ra. Mas a ma­nu­ten­ção é uma in­cóg­ni­ta, con­for­me o pre­fei­to. “O gran­de pro­ble­ma é co­mo a gen­te vai man­ter aque­le es­pa­ço”, dis­se Mar­che­zan ao Me­tro Jor­nal, no iní­cio des­te mês.

A ideia da pre­fei­tu­ra era re­a­li­zar uma con­ces­são pa­ra que uma em­pre­sa as­su­mis­se o lo­cal, po­rém, o mo­de­lo se­ria in­viá­vel, se­gun­do o pre­fei­to.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.