Cin­zas de Car­na­val

Bar­ra­cão da es­co­la Re­nas­cer de Ja­ca­re­pa­guá, da Sé­rie A, é des­truí­do por in­cên­dio

Metro Brazil (Rio) - - FRONT PAGE -

Um in­cên­dio de gran­des pro­por­ções des­truiu o bar­ra­cão da es­co­la de sam­ba Re­nas­cer de Ja­ca­re­pa­guá na re­gião da Le­o­pol­di­na, na zo­na por­tuá­ria. O fo­go co­me­çou por vol­ta das 14h30 e se alas­trou ra­pi­da­men­te. To­da a es­tru­tu­ra da agre­mi­a­ção da Sé­rie A do Car­na­val foi abai­xo.

O mu­ro do gal­pão che­gou a cair em ci­ma de um car­ro da con­ces­si­o­ná­ria Por­to No­vo, res­pon­sá­vel pe­lo con­tro­le do trá­fe­go na re­gião. Por sor­te, o veí­cu­lo es­ta­va va­zio e nin­guém fi­cou fe­ri­do.

Den­tro do bar­ra­cão, ha­via ape­nas dois fun­ci­o­ná­ri­os que des­mon­ta­vam um car­ro ale­gó­ri­co pa­ra que a es­tru­tu­ra fos­se usa­da no des­fi­le de 2018. Eles con­ta­ram que ten­ta­ram apa­gar as cha­mas, mas não con­se­gui­ram e só deu tem­po de cor­rer. Os dois es­ca­pa­ram sem fe­ri­men­tos.

O Cor­po de Bom­bei­ros foi aci­o­na­do e te­ve de agir pa­ra evi­tar que o fo­go se alas­tras­se pa­ra a qua­dra da es­co­la Uni­dos da Ti­ju­ca, que fi­ca bem ao la­do. Os agen­tes che­ga­ram a se­pa­rar um ma­ça­ri­co, um ci­lin­dro de gás e re­ci­pi­en­tes com ma­te­ri­al com­bus­tí­vel. Os pro­du­tos se­rão ana­li­sa­dos pe­la pe­rí­cia, por­que ain­da não se sa­be a cau­sa do in­cên­dio.

Um dos di­re­to­res de Car­na­val da Re­nas­cer dis­se que o bar­ra­cão ti­nha si­do ins­pe­ci­o­na­do e es­ta­va em dia com os pro­ce­di­men­tos de se­gu­ran­ça con­tra in­cên­dio. “Sem­pre foi fis­ca­li­za­do pe­los ór­gãos com­pe­ten­tes e es­ta­va em dia”, ga­ran­tiu Clau­di­nho Por­te­la.

O in­cên­dio acon­te­ceu no mes­mo dia em que in­te­gran­tes das es­co­las do Gru­po Es­pe­ci­al se reuniram com o pre- fei­to Mar­ce­lo Cri­vel­la pa­ra dis­cu­tir o cor­te de 50% na ver­ba pú­bli­ca des­ti­na­da a elas. Se­gun­do a Li­ga In­de­pen­den­te das Es­co­las de Sam­ba (Li­e­sa), a pre­fei­tu­ra irá ava­li­ar um no­vo per­cen­tu­al da re­du­ção da ver­ba, mas, em no­ta, Cri- vel­la re­a­fir­mou que o va­lor a ca­da es­co­la se­rá de R$ 1 mi­lhão. Po­rém, pro­me­teu pa­gar an­te­ci­pa­do, até o fim do ano, e dis­se es­tar bus­can­do no­vas fon­tes de re­cur­sos. Uma no­va reu­nião foi mar­ca­da pa­ra se­gun­da-fei­ra.

“Vou lu­tar mui­to pa­ra con­se­guir os re­cur­sos pa­ra o Car­na­val. Fun­da­mos o blo­co ‘É con­ver­san­do que a gen­te se en­ten­de’.” MAR­CE­LO CRI­VEL­LA, PRE­FEI­TO “Não sig­ni­fi­ca que ele vol­tou atrás. Jun­to com as es­co­las, es­ta­mos bus­can­do uma so­lu­ção de con­sen­so que aten­da a to­dos.” JOR­GE CAS­TA­NHEI­RA, PRE­SI­DEN­TE DA LI­E­SA

| FO­TOS: ILAN PELLENBERG/ME­TRO RIO

Bom­bei­ros agi­ram pa­ra evi­tar que fo­go se alas­tras­se

Mu­ro do gal­pão de­sa­bou so­bre car­ro da con­ces­si­o­ná­ria Por­to No­vo

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.