Emo­ji do co­ra­ção é o mais po­pu­lar do ano de 2014, se­gun­do es­tu­do

Surpresa. Pa­la­vra mais es­cri­ta do ano é, na ver­da­de, ape­nas um sím­bo­lo

Metro Brazil (Santos) - - { PUBLIMETRO} -

De­pois da ma­nia de abre­vi­ar tu­do nos po­pu­la­res chats e co­mu­ni­ca­do­res por meio de men­sa­gem, che­gou a ho­ra de ex­plo­rar o uso das ima­gens nas con­ver­sas.

Não foi à toa que, pe­la pri­mei­ra vez, des­de que foi re­a­li­za­do em 2000, o le­van­ta­men­to fei­to pe­la ONG GLM (Glo­bal Lan­gua­ge Mo­ni­tor) apon­ta um sím­bo­lo, e não uma pa­la­vra, co­mo des­ta­que do ano. O tí­tu­lo fi­cou com o emo­ji de co­ra­ção, com 342.475.410 uti­li­za­ções, se­gui­do pe­lo emo­ji de cho­ran­do de rir (278.834.358 uti­li­za­ções).

Ape­sar da fa­ma dos emo- jis, as pa­la­vras não fo­ram com­ple­ta­men­te es­que­ci­das. Des­ta­que pa­ra “hash­tag” que, no ran­king ge­ral, fi­cou em se­gun­do lu­gar.

No to­tal, fo­ram ana­li­sa­das 275 mil pu­bli­ca­ções im­pres­sas e ele­trô­ni­cas, re­des so­ci­ais e ou­tras fon­tes em di­fe­ren­tes lín­guas.

Ori­gem

Co­muns em am­bi­en­tes di­gi­tais, os emo­jis são ima­gens usa­das co­mo com­ple­men­tos ou subs­ti­tu­tos de um tex­to. Ori­gi­ná­rio do Ja­pão, na dé­ca­da de 1990, o ter­mo só foi adi­ci­o­na­do ao di­ci­o­ná­rio Ox­ford, em in­glês, em 2013.

| DI­VUL­GA­ÇÃO

Pe­la pri­mei­ra vez os sím­bo­los fo­ram des­ta­que

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.