Co­desp des­car­ta cri­se na sa­fra de grãos pe­la gre­ve

Metro Brazil (Santos) - - FOCO -

A Co­desp ( Com­pa­nhia de Do­cas do Es­ta­do de São Pau­lo) des­car­tou pro­ble­mas na sa­fra de grãos por con­ta da gre­ve dos ca­mi­nho­nei­ros, que ain­da ocor­re em ao me­nos oi­to Es­ta­dos: Bahia, Ce­a­rá, Goiás, Ma­to Gros­so, Ma­to Gros­so do Sul, Pa­ra­ná, San­ta Ca­ta­ri­na e Rio Gran­de do Sul (leia mais na pá­gi­na 4).

De acor­do com a as­ses­so­ria de im­pren­sa da com­pa­nhia, o por­to ain­da pos­sui gran­de ca­pa­ci­da­de de ar­ma­ze­na­men­to do pro­du­to e o es­co­a­men­to dos grãos só se­rá afe­ta­do se a pa­ra­li­sa­ção con­ti­nu­ar por lon­go tem­po. Se­gun­do a Co­desp, o que po­de ser afe­ta­do no mo­men­to é o car­re­ga­men­to dos ar­ma­zéns e is­so não pre­ju­di­ca o car­re­ga­men­to dos na­vi­os.

So­bre o fe­cha­men­to dos aces­sos ao por­to fei­to pe- los ca­mi­nho­nei­ros na ter­ça-fei­ra, a Co­desp in­for­mou que os ar­ma­zéns do por­to en­con­tra­vam-se abas­te­ci­dos de car­gas quan­do a gre­ve blo­que­ou o aces­so à mar­gem di­rei­ta do com­ple­xo por­tuá­rio. A mar­gem es­quer­da (em Gu­a­ru­já) per- ma­ne­ceu nor­mal, sem im­pe­di­men­tos em seus aces­sos. As­sim, não ocor­reu pa­ra­li­sa­ção das ati­vi­da­des de em­bar­que e descarga de mer­ca­do­ri­as, que man­ti­ve­ram-se den­tro da nor­ma­li­da­de, se­gun­do a com­pa­nhia.

| FRED CA­SA­GRAN­DE/METRO SAN­TOS

Aces­sos ao por­to fo­ram fe­cha­dos na ter­ça-fei­ra

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.