TÁ­XI UBER: GUER­RA NAS RU­AS

Agres­sões ver­bais e fí­si­cas agra­va­ram o du­e­lo en­tre pro­fis­si­o­nais do vo­lan­te. Com a che­ga­da da Ex­po, bri­ga por cli­en­tes po­de ter­mi­nar em tra­gé­dia

NOSSODIA - - Primeira Página -

As ame­ças e os con­fli­tos fí­si­cos e ver­bais, re­gis­tra­dos no úl­ti­mo fim de se­ma­na, acir­ra­ram a re­la­ção en­tre ta­xis­tas e mo­to­ris­tas da Uber em Lon­dri­na. Te­men­do o pi­or, ad­vo­ga­do co­bra pro­vi­dên­ci­as da Câ­ma­ra de Ve­re­a­do­res e da CMTU (Com­pa­nhia Mu­ni­ci­pal de Trân­si­to e Ur­ba­ni­za­ção) e um pon­to fi­nal nes­ta bri­ga. En­quan­to um ve­re­a­dor ten­ta re­gu­la­ri­zar o no­vo ser­vi­ço, o sin­di­ca­to dos ta­xis­tas exi­ge que o mu­ni­cí­pio es­ta­be­le­ça os mes­mos tri­bu­tos à Uber e equi­li­bre a con­cor­rên­cia en­tre os pro­fis­si­o­nais do vo­lan­te. En­quan­to is­so, os pas­sa­gei­ros con­ti­nu­am no meio do fo­go cru­za­do.

Ví­de­os pos­ta­dos no Fa­ce­bo­ok no fi­nal de se­ma­na pas­sa­do mos­tram um ta­xis­ta ofen­den­do um su­pos­to mo­to­ris­ta da Uber. Uma das pos­ta- gens exibe um tá­xi co­li­din­do pro­po­si­tal­men­te com um veí­cu­lo Uber após um dos mo­to­ris­tas ser fe­cha­do no trân­si­to. O fa­to co­lo­ca a vi­da de um pas­sa­gei­ro em ris­co. A con­fu­são só ter­mi­nou no Par­que Ney Braga, já em Lon­dri­na, com a che­ga­da da Po­lí­cia Ro­do­viá­ria Fe­de­ral (PRF).

Ad­vo­ga­do da As­so­ci­a­ção dos Mo­to­ris­tas por Apli­ca­ti­vos de Ce­lu­lar de Lon­dri­na (Am­pa­lon), Edu­ar­do Cal­dei­ra pro­to­co­lou na Câ­ma­ra de Ve­re­a­do­res e na CMTU, no dia 20 de mar­ço, um pe­di­do de pro­vi­dên­ci­as, en­tre elas o im­pe­di­men­to da uti­li­za­ção da li­cen­ça con­ce­di­da pe­la Com­pa­nhia ao ta­xis­ta fil­ma­do na con­fu­são. Pa­ra ele, mo­to­ris­tas de tá­xi que se en­vol­vem em con­fli­tos não pos­su­em con­di­ções emo­ci­o­nais de ofe­re­cer ser­vi­ço de trans­por­te de pas­sa­gei­ros. “O pe­di­do de pro­vi­dên­cia exi­ge, en­tre tu­do, mai­or fis­ca­li­za­ção so­bre os pro­fis­si­o­nais de tá­xi. O ta­xis­ta que pro­fe­riu ofen­sas e agres­sões não tem con­di­ções de exer­cer a li­cen­ça de­vi­do ao de­se­qui­lí­brio emo­ci­o­nal”, res­sal­ta o ad­vo­ga­do, acres­cen­tan­do que uma ação cri­mi­nal tam­bém foi pro­to­co­la­da pe­lo ad­vo­ga­do da Uber, além do re­gis­tro de bo­le­tins de ocor­rên­cia na Po­lí­cia Ci­vil.

O ad­vo­ga­do da Am­pa­lon co­men­ta so­bre os con­fli­tos re­gis­tra­dos no úl­ti­mo fim de se­ma­na. “As úl­ti­mas agres­sões, fí­si­cas e ver­bais, fo­ram re­gis­tra­das en­tre sá­ba­do e do­min­go. Elas ini­ci­a­ram-se em uma fes­ta e se es­ten­de­ram du­ran­te o dia”, re­ve­la Cal­dei­ra.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.