As conquistas de Abi­gail

NOSSODIA - - Nosso Destino - ( Wal­ki­ria Vi­ei­ra/NOSSODIA)

Lei­to­ra do NOSSODIA, Abi­gail Maria do Car­mo, 68 anos, es­pe­ra que no mês que vem, quan­do faz ani­ver­sá­rio, te­nha um bo­li­nho pa­ra co­me­mo­rar as conquistas. “Qu­em faz sur­pre­sa não sou eu”, brin­ca. Na­tu­ral de Vo­tu­po­ran­ga, no es­ta­do de São Pau­lo, re­cor­da das mui­tas mu­dan­ças que a fa­mí­lia fez até que fir­mas­se do­mi­cí­lio em Lon­dri­na. “Meu pai mu­da­va mais que ci­ga­no e aca­bei sen­do re­gis­tra­da em Ibi­po­rã”. Mo­ra­do­ra do Jar­dim Ban­dei­ran­tes há 50 anos, con­si­de­ra que tu­do mu­dou pa­ra melhor on­de vi­ve. “Quan­do che­ga­mos, não ti­nha as­fal­to, nem água, nem luz, nem ôni­bus. Ago­ra não pre­ci­so sair do meu bair­ro pa­ra na­da. Tem far­má­cia, pos­ti­nho. Só mer­ca­dos são qua­tro e quan­do es­tou no cen­tro de Lon­dri­na é pa­ra pa­gar con­ta ou re­ce­ber”. An­tes da pa­ra­di­nha no Ban­dei­ran­tes, Abi­gail re­cor­da que mo­rou na Vi­la Ca­so­ni com a fa­mí­lia. “Eram oi­to ir­mãos. Qua­tro ho­mens e qua­tro mu­lhe­res”. Da fa­le­ci­da mãe, as me­lho­res re­cor­da­ções. Uma mu­lher lu­ta­do­ra e mui­to boa. Fa­le­ceu aos 85 anos e sem­pre se de­di­cou aos fi­lhos. O cro­chê é uma das coi­sas que Abi­gail faz até ho­je e apren­deu com a mãe, do­na Li­na. “O cro­chê é uma dis­tra­ção, mas tam­bém fa­ço pa­ra pre­sen­te­ar os pa­ren­tes”. O úni­co fi­lho de Abi­gail é Luis Car­los e o ne­ti­nho Luis Fer­nan­do, de dois anos, uma gran­de ale­gria pa­ra a fa­mí­lia.

Wal­ki­ria Vi­ei­ra

Abi­gail: “A cidade cres­ceu pa­ra melhor”

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.