OSSADA EN­CON­TRA­DA EM JATAIZINHO

NOSSODIA - - Nossoplantão - (Fernanda Cir­chia/ Gru­po Fo­lha)

Os­sos humanos fo­ram en­con­tra­dos ao la­do de uma ca­mi­sa do Pal­mei­ras em um lo­cal afas­ta­do em Jataizinho (33 km de Lon­dri­na), na tar­de de quar­ta-fei­ra (4). O pe­ri­to do Ins­ti­tu­to de Cri­mi­na­lís­ti­ca de Lon­dri­na, Fá­bio Mi­ra, es­te­ve no lo­cal. Se­gun­do ele, a ossada hu­ma­na es­ta­va no meio do ma­to em um lo­cal de di­fí­cil aces­so. “Ha­via vá­ri­os os­sos no lo­cal, mas não é pos­sí­vel afir­mar se é ossada de ho­mem ou mu­lher. Mas ha­via ves­tes ao la­do da ossada, sen­do uma ca­mi­sa do Pal­mei­ras e re­sí­duo de ves­tes ín­ti­mas mas­cu­li­nas. Tu­do bem de­te­ri­o­ra­do. Es­ses ma­te­ri­ais le­vam a crer que po­de se tra­tar de um ho­mem. Con­tu­do, so­men­te o exa­me do Ins­ti­tu­to Mé­di­co-Le­gal (IML) vai po­der de­ter­mi­nar o se­xo.” “Após o re­co­lhi­men­to dos os­sos, va­mos ver se se­rá pos­sí­vel ex­trair ma­te­ri­al ge­né­ti­co. Ca­so se­ja pos­sí­vel, os os­sos se­rão en­ca­mi­nha­dos pa­ra o Ban­co de DNA, e al­gum fa­mi­li­ar que te­nha al­gum pa­ren­te per­di­do, po­de­rá pro­cu­rar o IML pa­ra um pos­sí­vel con­fron­to ge­né­ti­co. Os os­sos de­mons­tra­vam ca­rac­te­rís­ti­cas de es­ta­rem mui­to tem­po no lo­cal. Já es­ta­vam se­cos e po­ro­sos, ou se­ja, já es­ta­vam lá há mui­tos me­ses, pois não ha­via ma­te­ri­al or­gâ­ni­co tam­bém. Mas quem vai es­ti­mar o tem­po se­rá o mé­di­co le­gis­ta.” Se­gun­do Fá­bio, a li­nha de in­ves­ti­ga­ção sus­pei­ta que a pes­soa foi ao lo­cal, te­ve um mal sú­bi­to e fi­cou por lá. De acor­do com in­for­ma­ções da Po­lí­cia Mi­li­tar (PM), fo­ram al­guns pes­ca­do­res que en­con­tra­ram a ossada.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.