DI­FE­REN­ÇA EN­TRE ORGASMO CLITORIANO E VAGINAL

NOSSODIA - - Nossopovo -

A úni­ca di­fe­ren­ça es­tá em sen­tir pra­zer em re­giões di­fe­ren­tes do cor­po. O orgasmo po­de ser in­ten­so nos dois ca­sos e is­so se­rá de­ter­mi­na­do por um con­jun­to de es­tí­mu­los eró­ti­cos, de­se­jo se­xu­al, ex­ce­len­te ex­ci­ta­ção, bom re­la­ci­o­na­men­to e, se exis­tir afe­to, me­lhor ain­da. Se a mu­lher en­ca­ra is­so co­mo um pro­ble­ma, en­tão ela de­ve pro­cu­rar uma te­ra­peu­ta se­xu­al. Exis­te uma téc­ni­ca es­pe­cí­fi­ca, cha­ma­da “Ma­no­bra da Pon­te”, que po­de ajudar na con­quis­ta do orgasmo vaginal.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.