Vân­da­los não per­do­am nem as bi­bli­o­te­cas

Ar­rom­ba­men­tos cau­sam pre­juí­zo à po­pu­la­ção e pre­o­cu­pam ser­vi­do­res

NOSSODIA - - Primeira Página - ( Wal­ki­ria Vi­ei­ra/NOSSODIA)

Nem es­pa­ços pú­bli­cos co­mo bi­bli­o­te­cas es­tão li­vres dos ata­ques de van­da­lis­mo. Só na Bi­bli­o­te­ca Mu­ni­ci­pal Eu­gê­nia Mon­fra­na­ti, lo­ca­li­za­da no Cen­tro Cul­tu­ral da Re­gião Sul, fo­ram no­ve vi­si­tas in­de­se­ja­das. No al­vo dos la­rá­pi­os, ven­ti­la­do­res e mo­ni­to­res de com­pu­ta­dor, por exem­plo. Mo­ra­do­ra do con­jun­to União da Vi­tó­ria II e usuá­ria de ser­vi­ços ofeDe re­ci­dos pe­lo CRAS (Cen­tro de Re­fe­rên­cia de As­sis­tên­cia So­ci­al), a re­ci­cla­do­ra Ira­ni da Sil­va, 49 anos, fi­ca in­dig­na­da. “É um pe­ca­do me­xer com a gen­te. Aqui so­mos mui­to bem aten­di­dos, to­das as me­ni­nas nos tra­tam bem e é o ti­po de ser­vi­ço pú­bli­co que tem que ser pre­ser­va­do e res­pei­ta­do”, re­fle­te. “Pe­di­ram até pa­ra a gen­te as­si­nar um abai­xo-as­si­na­do pe­din­do por se­gu­ran­ça, por­que es­ta­va cor­ren­do um bo­a­to que ti­nha o ris­co de fe­char, pois a até a te­le­vi­são foi fur­ta­da”, sur­pre­en­de-se.

Na re­gião oes­te, a Bi­bli­o­te­ca do CEU (Cen­tro de Ar­tes e Es­por­tes Uni­fi­ca­dos) tam­bém so­fre com fur­tos. Lo­ca­li­za­da na rua An­ge­lo Gai­o­to, no San­ta Ri­ta 1, é con­si­de­ra­da pe­los mo­ra­do­res da re­gião um lu­gar im­por­tan­te e que de­ve ser pro­te­gi­do. “Aca­ba pre­ju­di­can­do to­do mun­do”, diz o es­tu­dan­te do En­si­no Mé­dio Hen­ri­que Eli­as da Sil­va, 14 anos. Mo­ra­do­ra do Jar­dim Tó­quio, Da­ni­e­la Al­ves, 29 anos, sou­be do ar­rom­ba­men­to na uni­da­de e se diz per­ple­xa. “É ina­cre­di­tá­vel”. O apo­sen­ta­do Jo­sé Odair, 63 anos, en­tra no co­ro pa­ra pe­dir se­gu­ran­ça. “Nem a ca­sa dos li­vros es­ca­pa da vi­o­lên­cia.” Mo­ra­dor do Jar­dim Ma­ria Lú­cia, de­sa­ba­fa: “Um lu­gar que só aju­da as pes­so­as e os ca­ras que fa­zem is­so não es­tão nem aí. É di­fí­cil. Lá em ca­sa é na ba­se da cer­ca, do por­tão ele­trô­ni­co e ain­da as­sim a gen­te não se sen­te 100%. É tris­te”. E não pa­ra por aí, na Bi­bli­o­te­ca Pú­bli­ca Mu­ni­ci­pal, Pe­dro Vi­ri­a­to Pa­ri­got de Sou­za, si­tu­a­da na Ave­ni­da Rio de Ja­nei­ro, tam­bém hou­ve in­va­são. Fur­ta­ram uma fu­ra­dei­ra usa­da pa­ra res­tau­ra­ções.

Wal­qui­ria Vi­ei­ra

Fo­tos: Wal­ki­ria Vi­ei­ra

Van­da­lis­mo ame­a­ça as bi­bli­o­te­cas pú­bli­cas de Lon­dri­na

Pi­cha­do­res são des­ca­ra­dos que até dei­xam o no­me re­gis­tra­do

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.