A MOR­TE PE­DE CA­RO­NA NA SAUL

Ave­ni­da mais le­tal no trân­si­to lon­dri­nen­se co­le­ci­o­na aci­den­tes fa­tais. Um dos mais vi­o­len­tos ocor­reu há cin­co anos, no cru­za­men­to com a Fran­cis­co Mar­ques de Oli­vei­ra, com qua­tro mor­tes, e o con­du­tor do veí­cu­lo se­gue sol­to. MP pe­de no­vo jul­ga­men­to. Mo­ra­dor

NOSSODIA - - Primeira Página - (Rafael Ma­cha­do/Gru­po Fo­lha)

O pro­mo­tor Tha­deu Au­gi­me­ri de Go­es Li­ma apre­sen­tou re­cur­so à juí­za da 1ª Va­ra Cri­mi­nal de Lon­dri­na, Eli­sa­beth Kather, pa­ra re­a­li­za­ção de um no­vo jul­ga­men­to de Ro­dri­go Apa­re­ci­do Mar­tins, 26 anos, que, na ma­dru­ga­da do dia 2 de se­tem­bro de 2012, ba­teu vi­o­len­ta­men­te com o Fi­at Ma­rea que con­du­zia con­tra uma ár­vo­re na es­qui­na da Ave­ni­da Saul El­kind com a Rua Fran­cis­co Mar­ques de Oli­vei­ra, zo­na nor­te de Lon­dri­na. Além de Ro­dri­go, ou­tras cin­co pes­so­as, in­cluin­do uma ado­les­cen­te de 15 anos, es­ta­vam no car­ro. Com o im­pac­to, qua­tro mor­re­ram.

As ví­ti­mas fo­ram iden­ti­fi­ca­das co­mo Mai­a­ra Cris­ti­na de Oli­vei­ra Alei­xo, 20 anos, o es­po­so de­la, Jo­el da Sil­va Alei­xo, 20, que fa­le­ce­ram na ho­ra, Lin­coln Ma­teus So­a­res, 21, e Dé­bo­ra Pau­li­no da Sil­va, 21. Os dois úl­ti­mos fi­ca­ram in­ter­na­dos em hos­pi­tais da ci­da­de, mas não re­sis­ti­ram aos gra­ves fe­ri­men­tos. A ado­les­cen­te fi­cou fe­ri­da, mas so­bre­vi­veu. No iní­cio de ou­tu­bro, Ro­dri­go foi le­va­do a jú­ri e ter­mi­nou con­de­na­do a qua­tro anos, dez me­ses e vin­te di­as, pe­na que cum­pri­rá em re­gi­me se­mi­a­ber­to. Ao lon­go da in­ves­ti­ga­ção, ele não foi pre­so.

No jul­ga­men­to, o Con­se­lho de Sen­ten­ça trans­fe­riu a in­fra­ção de ho­mi­cí­dio do­lo­so (qu­an­do há in­ten­ção de ma­tar) pa­ra cul­po­so. Di­fe­ren­te­men­te do ar­gu­men­to do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co, os ju­ra­dos con­cluí­ram que o acu­sa­do não fu­giu. Em de­poi­men­to à po­lí­cia no dia se­guin­te ao aci­den­te, Ro­dri­go dis­se não se lem­brar da pes­soa que o re­ti­rou do lo­cal e o le­vou até sua re­si­dên­cia. Ele tam­bém con­fir­mou que ti­nha in­ge­ri­do três gar­ra­fas de cer­ve­ja e não co­nhe­cia ne­nhu­ma das ví­ti­mas.

So­bre o aci­den­te, Ro­dri­go ale­gou que co­li­diu o car­ro con­tra a ár­vo­re por­que te­ve a vi­são ofus­ca­da pe­lo fa­rol de um veí­cu­lo que vi­nha em sen­ti­do con­trá­rio. Se­gun­do o ad­vo­ga­do Ever­ton Santana Alves, que de­fen­de o in­ves­ti­ga­do, es­sa foi a ver­são de­fen­di­da des­de o iní­cio do pro­ces­so. “Em uma re­por­ta­gem exi­bi­da por uma emis­so­ra de TV lo­cal, o Ro­dri­go apa­re­ce nas ima­gens pe­ram­bu­lan­do pe­la re­gião do aci­den­te. Ele per­ma­ne­ceu até a che­ga­da do Sa­mu e da au­to­ri­da­de po­li­ci­al, o que des­con­fi­gu­ra a hi­pó­te­se de omis­são de so­cor­ro”, pon­tu­ou.

De acor­do com Alves, “o con­du­tor, em razão da gra­vi­da­de do ocor­ri­do, não ti­nha con­di­ções de aci­o­nar al­guém pa­ra au­xi­li­ar no res­ga­te dos fe­ri­dos”. So­bre o pe­di­do do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co de anu­la­ção da de­ci­são e re­mar­ca­ção de um no­vo jú­ri, o ad­vo­ga­do afir­mou que “a de­fe­sa sus­ten­ta que tu­do trans­cor­reu den­tro das for­ma­li­da­des exi­gi­das”.

Pau­lo Mon­tei­ro

Aci­den­te acon­te­ceu na Saul El­kind, na al­tu­ra do Con­jun­to João Paz, em se­tem­bro de 2012; con­du­tor per­deu con­tro­le do veí­cu­lo, que es­ta­ria a 115km/h

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.