30% dos ido­sos não con­se­guem an­dar di­rei­to

30% das pes­so­as aci­ma de 60 anos apre­sen­tam li­mi­ta­ções pa­ra re­a­li­zar ati­vi­da­des diá­ri­as

NOSSODIA - - Primeira Página -

O Bra­sil pos­sui a quin­ta mai­or po­pu­la­ção ido­sa do mun­do, com cer­ca de 29,3 mi­lhões de pes­so­as com 60 anos ou mais. Des­se to­tal, 69,9% são in­de­pen­den­tes pa­ra o au­to­cui­da­do e 30,1% têm al­gu­ma di­fi­cul­da­de pa­ra re­a­li­zar ati­vi­da­des da vi­da diá­ria, se­gun­do es­tu­do de 2017 (Li­ma-Cos­ta, MF et al, com ba­se em da­dos da Pes­qui­sa Na­ci­o­nal de Saú­de 2013).

Des­sa par­ce­la, 17,3% tem mui­ta di­fi­cul­da­de com ati­vi­da­des ins­tru­men­tais, que são aque­las diá­ri­as, co­mo pre­pa­rar ali­men­tos, cui­dar da ca­sa, se des­lo­car; e ou­tros 6,8% apre­sen­tam di­fi­cul­da­des com ati­vi­da­des bá­si­cas, co­mo ves­tir-se e ali­men­tar-se. Pre­o­cu­pa tam­bém o avan­ço das do­en­ças crô­ni­cas nes­sa po­pu­la­ção. Atu­al­men­te, en­tre os ido­sos de 60 a 69 anos, 25,1% tem di­a­be­tes, 57,1% fo­ram di­ag­nos­ti­ca­dos com hi­per­ten­são, além de a mai­o­ria es­tar com ex­ces­so de pe­so (63,5%) e 23,1% com obe­si­da­de.

Lan­ça­da pe­lo go­ver­no fe­de­ral, a Es­tra­té­gia Na­ci­o­nal pa­ra o En­ve­lhe­ci­men­to Sau­dá­vel traz pe­la pri­mei­ra vez ori­en­ta­ções aos pro­fis­si­o­nais de saú­de e ges­to­res pa­ra au­men­tar a qua­li­da­de de vi­da des­sa po­pu­la­ção, que vai re­pre­sen­tar cer­ca de 20% dos bra­si­lei­ros em 2030.

Com as no­vas me­di­das, o aten­di­men­to às pes­so­as com 60 anos ou mais de­ve pri­o­ri­zar ava­li­a­ção fun­ci­o­nal e psi­cos­so­ci­al, além dos da­dos clí­ni­cos. O ob­je­ti­vo é re­du­zir a per­da da au­to­no­mia, au­men­tar o de­sem­pe­nho cog­ni­ti­vo e a so­bre­vi­da des­ses pa­ci­en­tes.

“O Bra­sil es­tá com a pro­je­ção de ter um cres­ci­men­to de pes­so­as ido­sas mui­to mai­or que ou­tros paí­ses e de for­ma mui­to ace­le­ra­da. Com is­so, pre­ci­sa­mos es­tar mais pre­pa­ra­dos pa­ra es­sa no­va re­a­li­da­de e é jus­ta­men­te is­so que es­ta­mos fa­zen­do. A nos­sa pro­pos­ta é que o olhar não se­ja fo­ca­do ape­nas na do­en­ça e sim na saú­de, ou se­ja, va­mos pa­rar de fi­nan­ci­ar a do­en­ça e in­ves­tir em um aten­di­men­to in­te­gral à po­pu­la­ção ido­sa, jus­ta­men­te pa­ra evi­tar que es­sas pes­so­as de­sen­vol­vam do­en­ças”, des­ta­ca o mi­nis­tro da Saú­de, Ricardo Bar­ros.

Shut­ters­tock

Mi­nis­té­rio da Saú­de lan­ça pro­gra­ma pa­ra me­lho­rar a qua­li­da­de de vi­da dos nos­sos vovôs e vo­vós

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.