Acu­sa­do de ma­tar PM apo­sen­ta­do vai a jú­ri po­pu­lar

O prin­ci­pal acu­sa­do de co­me­ter o cri­me, Je­fer­son Hen­ri­que dos San­tos Cha­gas, 26, se­rá sub­me­ti­do a jú­ri po­pu­lar

NOSSODIA - - Primeira Página - (Ra­fa­el Ma­cha­do/Gru­po Fo­lha)

De­pois de mais de três anos, o ca­so en­vol­ven­do a morte do po­li­ci­al mi­li­tar apo­sen­ta­do Air­ton Gon­çal­ves, 59 anos, em um mer­ca­do da rua Ar­cin­do Sar­do, zo­na norte de Lon­dri­na, te­rá um des­fe­cho nesta quin­ta­fei­ra (8). O prin­ci­pal acu­sa­do de co­me­ter o cri­me em no­vem­bro de 2014, Je­fer­son Hen­ri­que dos San­tos Cha­gas, 26, se­rá sub­me­ti­do a jú­ri po­pu­lar. A sessão de­ve co­me­çar às 9h e se­rá co­man­da­da pe­la juí­za da 1ª Va­ra Cri­mi­nal, Eli­sa­beth Kather. Tra­ba­lhan­do co­mo se­gu­ran­ça do es­ta­be­le­ci­men­to co­mer­ci­al ha­via mais de 10 anos, a ví­ti­ma le­vou um ti­ro na ca­be­ça e mor­reu na ho­ra.

Cha­gas foi pre­so di­as de­pois em uma casa no con­jun­to Mo­ra­di­as Ca­bo Frio jun­to com um ado­les­cen­te de 17 anos, também sus­pei­to de par­ti­ci­par do as­sas­si­na­to, re­gis­tra­do por uma câ­me­ra de mo­ni­to­ra­men­to ins­ta­la­da na par­te ex­ter­na do comércio. As ima­gens fo­ram es­sen­ci­ais para que a Po­lí­cia Ci­vil iden­ti­fi­cas­se a du­pla. Du­ran­te in­ter­ro­ga­tó­rio na de­le­ga­cia, Cha­gas dis­se que o me­nor foi quem ati­rou no PM. O ou­tro acu­sa­do dis­se apenas que te­ria si­do con­vi­da­do pe­lo com­par­sa para rou­bar o mer­ca­do, mas o pla­no foi al­te­ra­do quan­do eles che­ga­ram no en­de­re­ço. A mo­to usa­da na fu­ga te­ria si­do em­pres­ta­da pe­la ir­mã de Cha­gas. Após o ho­mi­cí­dio, ele e o ado­les­cen­te so­fre­ram um acidente, mas con­se­gui­ram es­ca­par de­pois de fur­ta­rem um Ford Ka.

O re­vól­ver usa­do foi en­con­tra­do em um fun­do de va­le do con­jun­to Fa­rid Li­bos. Em abril do ano pas­sa­do, o Mi­nis­té­rio Pú­bli­co en­qua­drou Cha­gas nos cri­mes de cor­rup­ção de me­nor, por­te ile­gal de ar­ma de fo­go, fur­to qua- li­fi­ca­do, adul­te­ra­ção de si­nal iden­ti­fi­ca­dor, além do ho­mi­cí­dio. A de­nún­cia foi acei­ta em abril do ano pas­sa­do pe­la Jus­ti­ça. O ad­vo­ga­do Pe­ter Jur­gen Kel­ter, que atua na de­fe­sa do ra­paz, pre­fe­riu não adi­an­tar de­ta­lhes da te­se que irá abor­dar no Tri­bu­nal “para não pre­ju­di­car o pro­ces­so”. Nos pri­mei­ros me­ses após ter si­do pre­so, Je­fer­son Cha­gas cum­priu pe­na na CCL (Casa de Cus­tó­dia), mas hoje es­tá no Com­ple­xo Mé­di­co Penal de Pi­nhais (Re­gião Me­tro­po­li­ta­na de Cu­ri­ti­ba).

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.