Re­vól­ver usa­do por elei­tor na ur­na é fal­so

NOSSODIA - - Nossoplantão -

Em ação de­fla­gra­da nes­ta quar­ta-fei­ra (10), a Po­lí­cia Fe­de­ral iden­ti­fi­cou a pes­soa res­pon­sá­vel pe­lo ví­deo di­vul­ga­do no dia do pri­mei­ro tur­no das elei­ções 2018 em que o elei­tor vo­ta uti­li­zan­do uma ar­ma de fo­go. Após re­a­li­zar uma bus­ca e apre­en­são no Es­ta­do do Pa­ra­ná, os in­ves­ti­ga­do­res des­co­bri­ram tra­tar-se de “um si­mu­la­cro de ar­ma”, ou se­ja, uma ar­ma fal­sa.

A ação no Pa­ra­ná foi uma das três re­a­li­za­das si­mul­ta­ne­a­men­te pe­la PF pa­ra in­ves­ti­gar e coi­bir cri­mes re­la­ci­o­na­dos às elei­ções de 2018. As ou­tras du­as fo­ram em São Pau­lo e Ser­gi­pe e mi­ra­vam pes­so­as que gra­va­ram ví­deo in­ci­tan­do o ódio con­tra can­di­da­tos. O ob­je­ti­vo dos in­ves­ti­ga­do­res é iden­ti­fi­car to­dos os res­pon­sá­veis por pro­du­zir e di­vul­gar in­for­ma­ções que pos­sam atra­pa­lhar o an­da­men­to da dis­pu­ta elei­to­ral.

“A gen­te tem co­mo che­gar, é pre­ci­so que o ci­da­dão sai­ba que os atos no mun­do vir­tu­al tam­bém têm con­sequên­ci­as e, se for cri­me, o au­tor da pos­ta­gem se­rá iden­ti­fi­ca­do. Nin­guém é anô­ni­mo na re­de”, afir­mou o de­le­ga­do Gui­lher­me Tor­res, da Di­re­to­ria de In­te­li­gên­cia Po­li­ci­al da PF. Nes­se ca­so do ví­deo do vo­to com a ar­ma fal­sa, o res­pon­sá­vel irá res­pon­der pe­lo cri­me de vi­o­la­ção de si­gi­lo por­que a lei elei­to­ral proí­be o uso de equi­pa­men­to de cap­ta­ção de ví­deo e fo­to no mo­men­to do vo­to.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.