Cam­pa­nha pe­de do­a­ções pa­ra alu­nos de cre­ches

Cre­ches de Lon­dri­na bus­cam pa­dri­nhos pa­ra pre­sen­te­ar cri­an­ças com rou­pas e brin­que­dos

NOSSODIA - - Primeira Página - (Pe­dro Mar­co­ni/Gru­po Fo­lha)

Fo­tos com cri­an­ças sor­rin­do, o no­me de­las, ida­de, nu­me­ra­ção da rou­pa e sa­pa­to, e pe­di­dos de brin­que­do. São com car­tões con­ten­do es­tas in­for­ma­ções que a As­so­ci­a­ção Fa­ça uma Cri­an­ça Fe­liz es­pe­ra fa­zer o Na­tal de seus alu­nos, e das fa­mí­li­as, mais es­pe­ci­al e com­ple­to. Man­te­ne­do­ra de três CEIs (Cen­tros de Edu­ca­ção In­fan­til) na zo­na nor­te de Lon­dri­na, a ins­ti­tui­ção bus­ca por meio da cam­pa­nha lan­ça­da em ou­tu­bro ar­re­ca­dar pre­sen­tes pa­ra os 333 me­ni­nos e me­ni­nas que fre­quen­tam as cre­ches.

Dos cen­tros San­ta Te­re­zi­nha do Me­ni­no Je­sus (con­jun­to Jo­sé Gi­or­da­no); Pa­raí­so (jar­dim Pa­raí­so); e Cri­an­ça Fe­liz (con­jun­to Fa­rid Li­bos), ape­nas o pri­mei­ro já con­se­guiu pa­dri­nhos pa­ra do­a­rem os pre­sen­tes. Três em­pre­sas “ado­ta­ram” o cen­tro in­fan­til. Das 236 cri­an­ças es­tão ma­tri­cu­la­das nos ou­tros dois CEIs, a gran­de par­te ain­da não foi “ado­ta­da”. Se­gun­do Su­el­len de Mel­lo, au­xi­li­ar ad­mi­nis­tra­ti­vo no Cri­an­ça Fe­liz, a ideia de con­fec­ci­o­nar as fi­chas sur­giu pa­ra dar cre­di­bi­li­da­de à ini­ci­a­ti­va e aju­dar na di­fu­são.

“An­tes as em­pre­sas aju­da­vam, po­rém de­pois des­te pe­río­do de cri­se vá­ri­as pa­ra­ram e ti­ve­mos que co­me­çar a bus­car pre­sen­tes com a co­mu­ni­da­de em ge­ral. No car­tão tem tu­do que a pes­soa que qui­ser aju­dar pre­ci­sa sa­ber e a fo­to da cri­an­ça é pa­ra ela co­nhe­cer quem irá aju­dar”, ex­pli­ca ela, que des­de o iní­cio da cam­pa­nha vem dis­tri­buin­do fi­chas pa­ra gru­pos de ami­gos. “Pre­ci­sa­mos nos em­pe­nhar pa­ra con­se­guir ar­re­ca­dar tu­do que fal­ta pa­ra as cri­an­ças. Tem fun­ci­o­ná­ri­os que tam­bém vão ado­tar”, afir­ma.

O CEI Cri­an­ça Fe­liz exis­te des­de 2000 e re­ce­be cri­an­ças de qua­tro me­ses a cin­co anos. Já o Pa­raí­so foi fun­da­do em 2015 e é di­re­ci­o­na­do pa­ra me­ni­nos e me­ni­nas de um a qua­tro anos. O cen­tro San­ta Te­re­zi­nha co­me­çou a fun­ci­o­nar em 2007 e tam­bém acei­ta pe­que­nos en­tre um e qua­tro anos. Por to­dos es­ta­rem in­se­ri­dos em bair­ros ca­ren­tes da ci­da­de, op­tou-se por en­glo­bar a do­a­ção de rou­pas e sa­pa­tos, além do brin­que­do, que é uma mar­ca des­ta épo­ca do ano.

Co­or­de­na­do­ra pe­da­gó­gi­ca do Cri­an­ça Fe­liz, Fran­ci­e­li Lo­pes Sil­va con­ta que as pe­ças são tão es­pe­ra­das pe­las fa­mí­li­as quan­to pe­las cri­an­ças. “É uma for­ma de fa­zer com que eles pas­sem o Na­tal com rou­pas no­vas. Nos­sos alu­nos pre­ci­sam, pois mui­tos pais não têm con­di­ções de com­prar um pre­sen­te. Che­ga no fi­nal do ano e to­dos fi­cam es­pe­ran­do, in­clu­si­ve nos ques­ti­o­nam se vão ga­nhar al­go. Mui­tos só con­tam com o pre­sen­te que es­ta­mos ar­re­ca­dan­do”, des­ta­ca.

Quem es­tá na es­pe­ra por um brin­que­do do per­so­na­gem Ho­memA­ra­nha é Alan Pa­trick Ri­bei­ro, 4. Co­mu­ni­ca­ti­vo, ele diz que é fã do he­rói e que por is­so sua cor de rou­pa fa­vo­ri­ta é ver­me­lha. “Sem­pre as­sis­to dois de­se­nhos de­le que meu pai me deu. Mas bo­ne­co só te­nho um”, con­ta es­pe­ran­ço­so. No ca­so de Fe­li­pe Nas­ci­men­to e Sou­za, o he­rói dos qu­a­dri­nhos e ci­ne­ma que mais gos­ta é ou­tro. “Adoro o Ho­mem For­mi­ga e o De­ad­po­ol, en­tão que­ria al­gum brin­que­do de­les”, es­pe­ra. A ar­re­ca­da­ção das rou­pas, sa­pa­tos e brin­que­dos se­rá fei­ta até o dia 3 de de­zem­bro, com a en­tre­ga pa­ra os alu­nos dos cen­tros de edu­ca­ção acon­te­cen­do na se­ma­na se­guin­te.

Gustavo Carneiro

Cam­pa­nha pre­ten­de pre­sen­te­ar 333 cri­an­ças de três cre­ches da zo­na nor­te

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.