PAL­CO

Novo Jornal - - Opinião -

- Que o sin­di­ca­to das em­pre­sas de trans­por­tes co­le­ti­vos, pa­tro­nal e pas­si­o­nal, si­len­cie, se jus­ti­fi­ca. O si­lên­cio es­tra­nho é da Câ­ma­ra Mu­ni­ci­pal. Há du­as dé­ca­das não há con­cor­rên­cia pú­bli­ca em Na­tal.

- Nos qua­se tre­ze anos de ges­tão do pre­fei­to Car­los Edu­ar­do Al­ves, e ape­sar de to­das as pro­mes­sas, a con­cor­rên­cia tem si­do pos­ter­ga­da. Com ar­gu­men­tos que de­sa­fi­am as ins­ti­tui­ções fis­ca­li­za­do­ras.

- Há mais de seis que vi­nham dos la­dos da se­de do Iba­ma in­ten­sos ruí­dos de de­nún­ci­as que par­ti­am de pes­so­as li­ga­das ao seu pró­prio qua­dro téc­ni­co. Mur­mú­ri­os ve­la­dos e sem pro­vas do­cu­men­tais.

- Es­ta co­lu­na che­gou a re­ce­ber de­nún­ci­as - in­for­ma­ções anô­ni­mas e sem do­cu­men­ta­ção - e por is­so ne­gou-se a pu­bli­cá­las ba­se­a­das em fon­tes. Não ci­ta­vam no­mes, só le­van­ta­vam sus­pei­tas.

- Não é só es­ta co­lu­na que põe dú­vi­da na li­su­ra do Go­ver­no Mi­chel Te­mer. O mi­nis­tro Luiz Ro­ber­to Bar­ro­so, do Su­pre­mo, tam­bém. Te­mer ago­ra é acu­sa­do de par­ti­ci­par de or­ga­ni­za­ção de qua­dri­lha.

- O pre­si­den­te Mi­chel Te­mer já per­deu qua­tro as­ses­so­res, to­dos en­vol­vi­dos em inqué­ri­tos na Po­lí­cia Fe­de­ral: San­dro Ma­bel, Jo­sé Yu­nes, Ro­dri­go Ro­cha Lou­res e Ta­deu Fe­li­pel­li. Mais oi­to mi­nis­tros.

- Em no­vem­bro a edi­to­ra Recorde de­ve man­dar pa­ra as li­vra­ri­as o ‘Ma­nu­al do Co­var­de - co­mo fi­car bem na foto sem ti­rar a más­ca­ra,’ de Gui­lher­me Fiú­za. Se­rá útil nes­se tem­po de fal­sos jus­ti­cei­ros.

- O pa­dre João Me­dei­ros Fi­lho acei­tou o con­vi­te do edi­tor Abi­ma­el Sil­va pa­ra au­to­gra­far o li­vro ‘Ho­ras So­le­nes’ sá­ba­do, a par­tir das 10h, no Se­bo Ver­me­lho. É a reu­nião de ho­mi­li­as e dis­cur­sos.

- A in­ves­ti­ga­ção dos R$ 100 mi­lhões su­per­fa­tu­ra­dos nas con­tas da Are­na das Du­nas po­de lan­çar sob as lu­zes do pal­co no­vos ato­res des­se es­pe­tá­cu­lo que ho­je não te­ve con­ta­da sua ver­da­dei­ra his­tó­ria.

- Até pa­ra se sa­ber co­mo o go­ver­no as­su­me um dé­bi­to de dois bi­lhões ao lon­go de vin­te anos e ain­da é obri­ga­do a con­tra­tar uma em­pre­sa li­ga­da à OAS pa­ra ex­plo­rar a Are­na das Du­nas 20 anos.

- Num pon­to os ges­to­res do tu­ris­mo são sin­ce­ros: ao isen­ta­rem a cri­se econô­mi­ca pe­las per­das do se­tor. Na ver­da­de vem da fal­ta de uma ges­tão pú­bli­ca efi­ci­en­te que es­ta co­lu­na, aliás, tem aler­ta­do.

- O tu­ris­mo tem a mes­ma or­fan­da­de dos se­to­res es­sen­ci­ais: es­tão à de­ri­va ao lon­go de três anos sem pla­no-di­re­tor. Co­mo não te­ve até ho­je uma política de se­gu­ran­ça pú­bli­ca de ver­da­de. É blá-blá-blá.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.