TSE dis­po­ni­bi­li­za­rá in­for­ma­ções básicas para elei­tor na in­ter­net

O Diário do Norte do Paraná - - GERAALL - Jo­nas Va­len­te Agên­cia Brasil

Dú­vi­das co­mo lo­cal de vo­ta­ção, por exemplo, po­dem ser es­cla­re­ci­das ra­pi­da­men­te com aces­so no si­te do ór­gão Tam­bém é pos­sí­vel saber se a pes­soa tem al­gu­ma ir­re­gu­la­ri­da­de elei­to­ral

Na úl­ti­ma semana an­tes da vo­ta­ção do 1º tur­no das eleições, candidatos se mo­bi­li­zam para as mas ten­ta­ti­vas de an­ga­ri­ar apoi­os e elei­to­res vão atrás de in­for­ma­ções tan­to so­bre as op­ções em dis­pu­ta quan­to so­bre os pro­ce­di­men­tos para a vo­ta­ção.

Uma das prin­ci­pais dú­vi­das é o lo­cal de vo­ta­ção. É pos­sí­vel con­fe­rir se­ção, zo­na e en­de­re­ço por di­ver­sos ca­nais na in­ter­net.

No si­te do Tribunal Superior Elei­to­ral (TSE), o elei­tor po­de fa­zer a con­sul­ta. A op­ção es­tá na pá­gi­na principal. Bas­ta in­se­rir o nú­me­ro do tí­tu­lo de elei­tor.

Para quem es­que­ceu o re­gis­tro do do­cu­men­to, uma alternativa é pre­en­cher no­me, no­me da mãe e da­ta de nas­ci­men­to. O sis­te­ma apre­sen­ta nú- me­ro do tí­tu­lo, se­ção, zo­na, en­de­re­ço e mu­ni­cí­pio.

Para quem qui­ser usar as re­des so­ci­ais, tam­bém há op­ções. O Tribunal Superior Elei­to­ral (TSE) es­tá usan­do robôs (bots, no jar­gão téc­ni­co em in­glês) para au­xi­li­ar os elei­to­res a ob­ter es­sas in­for­ma­ções.

Os as­sis­ten­tes vir­tu­ais fun­ci­o­nam por meio das contas do Tribunal no Twit­ter (@TSE­jus­br) e no Fa­ce­bo­ok Mes­sen­ger (@TSEJus).

Para in­te­ra­gir com os pro­gra­mas, o elei­tor pre­ci­sa en­vi­ar men­sa­gens a eles. Os as­sis­ten­tes fun­ci­o­nam co­mo “per­fis” com quem o usuá­rio di­a­lo­ga. No Fa­ce­bo­ok, bas­ta o usuá­rio pro­cu­rar o per­fil do TSE e en­vi­ar uma pri­mei­ra men­sa­gem.

Em se­gui­da, apa­re­ce­rão di­ver­sas op­ções co­mo “dú­vi­das fre­quen­tes”, “si­tu­a­ção elei­to­ral”, “qui­ta­ção elei­to­ral” e “lo­cal de vo­ta­ção”.

Para con­fe­rir o en­de­re­ço de on­de o elei­tor te­rá de com­pa­re­cer, bas­ta a pes­soa for­ne­cer no­me com­ple­to e nú­me­ro do tí­tu­lo para que o as­sis­ten­te con­sul­te o banco de dados do TSE.

Ca­so o elei­tor te­nha es­que­ci­do o nú­me­ro do tí­tu­lo, é pos­sí­vel re­cu­pe­rá-lo for­ne­cen­do al­gu­mas in­for­ma­ções (co­mo da­ta de nas­ci­men­to e no­me com­ple­to da mãe).

No Twit­ter, o robô fun­ci­o­na de for­ma se­me­lhan­te. O usuá­rio pre­ci­sa bus­car o per­fil do TSE e en­vi­ar uma men­sa­gem di­re­ta a ele, para que se­jam abertas as pos­si­bi­li­da­des de con­sul­ta de in­for­ma­ções so­bre ques­tões elei­to­rais e so­bre candidatos.

Tan­to no si­te quan­to por meio dos as­sis­ten­tes vir­tu­ais, tam­bém é pos­sí­vel ob­ter ou­tras in­for­ma­ções. Na op­ção “si­tu­a­ção elei­to­ral”, por exemplo, a pes­soa con­fe­re se es­tá re­gu­lar e se po­de vo­tar nor­mal­men­te.

TÂNIA RÊGO/ABR

TEC­NO­LO­GIA. Ur­na eletrônica se­rá usa­da por elei­to­res domingo que vem, dia do pri­mei­ro tur­no

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.