Pro­ble­ma fis­cal é do País, afir­ma Gu­ar­dia

O Diário do Norte do Paraná - - ECONOMIAIA - Idi­a­na To­ma­zel­li Agên­cia Es­ta­do

Na óti­ca do mi­nis­tro da Fa­zen­da, re­for­ma da Pre­vi­dên­cia é pon­to cen­tral pa­ra re­sol­ver a si­tu­a­ção das con­tas Res­pon­sa­bi­li­da­de não é só do pró­xi­mo go­ver­no

O mi­nis­tro da Fa­zen­da, Edu­ar­do Gu­ar­dia, dis­se nes­ta quar­ta-fei­ra, 3, que o pro­ble­ma fis­cal “é um pro­ble­ma do País”, não ape­nas do pró­xi­mo go­ver­no, e que a re­for­ma da Pre­vi­dên­cia é pon­to cen­tral pa­ra re­sol­ver a si­tu­a­ção das con­tas. Pa­ra o mi­nis­tro, é im­por­tan­te “não ne­gar que o pro­ble­ma exis­te” pa­ra que se­ja pos­sí­vel so­lu­ci­o­ná-lo.

“Quan­do se tem um pro­ble­ma, a coi­sa mais im­por­tan­te é en­ten­der a na­tu­re­za do pro­ble­ma, não ne­gar que o pro­ble­ma exis­te e bus­car so­lu­ções que são ade­qua­das pa­ra o ti­po de pro­ble­ma que a gen­te tem. A gen­te tem um pro­ble­ma fis­cal, e o pon­to cen­tral é o de­se­qui­lí­brio na Pre­vi­dên­cia, en­tão es­se é o pri­mei­ro pas­so ne­ces­sá­rio pa­ra ter­mos um ajus­te con­sis­ten­te e ace­le­rar o cres­ci­men­to econô­mi­co”, afir­mou, in­di­can­do que o de­sa­fio exis­ti­rá in­de­pen­den­te­men­te do re­sul­ta­do das elei­ções pre­si­den­ci­ais. “É um pro­ble­ma do País, não do pró­xi­mo go­ver­no”, dis­se.

Gu­ar­dia es­te­ve nes­ta quar­ta-fei­ra em al­mo­ço com mi­nis­tros do Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF) a con­vi­te do pre­si­den­te da cor­te, mi­nis­tro Di­as Tof­fo­li. Ele tra­çou um ce­ná­rio so­bre os pro­ble­mas e de­sa­fi­os econô­mi­cos que o País tem pe­la fren­te.

“Não te­ve um te­ma es­pe­cí­fi­co, foi um al­mo­ço com pre­sen­ça de qua­se to­dos os mi­nis­tros, so­bre a si­tu­a­ção econô­mi­ca do País. Dei mi­nha vi­são so­bre a im­por­tân­cia do pro­ces­so de re­for­mas que a gen­te vem con­du­zin­do e so­bre­tu­do da con­ti­nui­da­de des­se pro­ces­so de re­for­mas pa­ra que a gen­te pos­sa con­ti­nu­ar nu­ma tra­je­tó­ria de cres­ci­men­to”, afir­mou Gu­ar­dia.

O mi­nis­tro da Fa­zen­da tam­bém des­ta­cou a im­por­tân­cia da ma­nu­ten­ção do te­to de gas­tos, que tem si­do al­vo de crí­ti­cas por di­ver­sas can­di­da­tu­ras à Pre­si­dên­cia da Re­pú­bli­ca.

Gu­ar­dia con­tou que não tra­tou de te­mas es­pe­cí­fi­cos, co­mo pro­ces­sos ju­di­ci­ais nos quais a equi­pe econô­mi­ca tem in­te­res­se (co­mo a ação que pre­ten­de bar­rar o adi­a­men­to do re­a­jus­te dos ser­vi­do­res de 2019 pa­ra 2020), nem so­bre o au­men­to sa­la­ri­al de 16,38% apro­va­do pe­los mi­nis­tros do STF na pró­pria re­mu­ne­ra­ção.

“Foi uma gen­ti­le­za do pre­si­den­te Tof­fo­li de me con­vi­dar. Não tra­tei de ne­nhum in­te­res­se da Fa­zen­da, até por­que não era o mo­men­to”, ex­pli­cou.

MAR­CE­LO CA­MAR­GO/ABR

CONVIDADO. Edu­ar­do Gu­ar­dia es­te­ve em al­mo­ço com mi­nis­tros do Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.