Ti­me re­tor­na ao Rio de olho no re­en­con­tro com a tor­ci­da

De­pois de ven­cer o Avaí, Zé Ri­car­do vê gru­po emo­ci­o­nal­men­te mais for­te pa­ra o du­e­lo de ama­nhã com o Bo­ta­fo­go

O Dia - - ATAQUE -

De­pois de ven­cer o Avaí por 2 a 1 na Res­sa­ca­da, quar­ta-feira à noi­te, o Vasco se pre­pa­ra pa­ra o re­en­con­tro com a sua tor­ci­da jo­gan­do co­mo man­dan­te no Cam­pe­o­na­to Bra­si­lei­ro. Pa­ra o téc­ni­co Zé Ri­car­do, o ti­me ga­nhou for­ça emo­ci­o­nal pa­ra o clás­si­co de ama­nhã di­an­te do Bo­ta­fo­go, no Ma­ra­ca­nã.

“Re­sul­ta­do fun­da­men­tal pa­ra nós. Em­pa­ta­mos em casa no úl­ti­mo jo­go e era im­por­tan­te ven­cer­mos pa­ra con­ti­nu­ar­mos so­nhan­do na com­pe­ti­ção. Sa­bía­mos da di­fi­cul­da­de que se­ria, o Avaí que­ria a re­cu­pe­ra­ção. Ago­ra te­mos um clás­si­co e va­mos com for­ça emo­ci­o­nal”, afir­mou o trei­na­dor, após a par­ti­da con­tra o Avaí.

Por con­ta das ce­nas de vi­o­lên­cia no clás­si­co di­an­te do Fla­men­go, em ju­lho, o Vasco cum­priu pu­ni­ção jo­gan­do com por­tões fe­cha­dos ou fo­ra do Rio. A pe­na se en­cer­rou no em­pa­te em 1 a 1 com a Cha­pe­co­en­se, no dia 30, em São Ja­nuá­rio.

GO­LA­ÇO PA­RA OS FI­LHOS

Zé Ri­car­do co­men­tou também o fa­to de não po­der con­tar ama­nhã com An­drés Ríos, ex­pul­so di­an­te do Avaí.

“A ex­pul­são me pa­re­ceu du­ra de­mais. No jo­go do Bra- sil te­ve um lan­ce pa­re­ci­do do Ney­mar em que ele to­mou ama­re­lo. Mas o Wag­ner (Reway) é um ex­ce­len­te ár­bi­tro, não acre­di­to em per­se­gui­ção e ago­ra é es­pe­rar a tor­ci­da lo­tar o Ma­ra­ca­nã. De­pois de tan­to tem­po sem a nos­sa tor­ci­da, so­fre­mos sem po­der con­tar com eles e che­gou a ho­ra de re­vê-los. Tem que lo­tar,

Pu­ni­ção de jo­gos com por­tões fe­cha­dos ou fo­ra do Rio se en­cer­rou no em­pa­te com a Cha­pe­co­en­se

che­gou o mo­men­to, con­vo­co nos­sa tor­ci­da pa­ra es­se jo­go”, com­ple­tou Zé Ri­car­do.

No de­sem­bar­que do Vasco on­tem no Rio, Wag­ner de­di­cou o go­la­ço que mar­cou di­an­te do Avaí aos fi­lhos. “Foi le­gal, ho­je (on­tem) é Dias das Crianças. De­di­co a eles. E é ani­ver­sá­rio do meu pai também. Meus ga­ro­tos es­tão com 6 e 8 anos de ida­de. Sábado (ama­nhã) eles es­ta­rão no Ma­ra­ca pa­ra tor­cer pe­la vi­tó­ria. Foi o meu gol mais bo­ni­to es­te ano e es­pe­ro que ve­nham mais pe­la fren­te”, afir­mou o ca­mi­sa 8 vas­caí­no.

PAULO FER­NAN­DES/VASCO

Re­cu­pe­ra­do de ar­tros­co­pia no jo­e­lho di­rei­to, Luis Fabiano tra­ba­lha com bo­la em São Ja­nuá­rio

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.