Ser­vi­do­res do es­ta­do vol­tam a se mo­bi­li­zar por pa­ga­men­to de atra­sa­dos e ca­len­dá­rio úni­co

O Dia - - FRONT PAGE -

Já se pas­sou mais de um mês da as­si­na­tu­ra do acor­do de re­cu­pe­ra­ção fis­cal do Es­ta­do do Rio com a União. Mas o fun­ci­o­na­lis­mo se quei­xa afir­man­do que, de lá pa­ra cá, nada mu­dou. O sa­lá­rio de agos­to, por exem­plo, es­tá atra­sa­do pa­ra 38.607 ser­vi­do­res ati­vos, ina­ti­vos e pen­si­o­nis­tas. Pelo ca­len­dá­rio ofi­ci­al, as re­mu­ne­ra­ções de­ve­ri­am ter si­do qui­ta­das em 15 de se­tem­bro, quan­do caiu o dé­ci­mo dia útil. E nes­se ce­ná­rio an­gus­ti­an­te o Mo­vi­men­to Uni­fi­ca­do dos Ser­vi­do­res Pú­bli­cos Es­ta­du­ais (Muspe) vol­ta a se ar­ti­cu­lar pa­ra co­brar os pa­ga­men­tos. Na pró­xi­ma segunda-feira, os in­te­gran­tes do gru­po se reu­ni­rão no­va­men­te pa­ra de­fi­nir uma agen­da de mo­bi­li­za­ção.

Re­pre­sen­tan­tes do mo­vi­men­to se di­zem ain­da pre­o­cu­pa­dos qu­an­to ao pa­ga­men­to dos pró­xi­mos sa­lá­ri­os e do 13º de 2017. Eles afir­mam que a re­du­ção do va­lor do em­prés­ti­mo ao es­ta­do dei­xou as ca­te­go­ri­as “em aler­ta”. A ope­ra­ção de cré­di­to (que te­rá as ações da Ce­dae em con­tra­ga­ran­tia) vai ren­der R$ 2,9 bi­lhões ao cai­xa flu­mi­nen­se e não mais R$ 3,5 bi­lhões, pre­vis­tos ini­ci­al­men­te.

“Com ou sem Re­gi­me de Re­cu­pe­ra­ção Fis­cal, o es­ta­do pre­ci­sa sair des­se ato­lei­ro”, afir­mou Ra­mon Car­re­ra, um dos di­re­to­res do Sind-Jus­ti­ça e integrante do Muspe.

Com o em­prés­ti­mo, o es­ta­do diz que vai qui­tar o 13º de 2016 (é ne­ces­sá­rio R$ 1,2 bi­lhão lí­qui­do), ho­ras ex­tras da Se­gu­ran­ça (R$ 40 mi­lhões) e sa­lá­rio que ti­ver pen­den­te. An­tes, quan­do se es­pe­ra­va os R$ 3,5 bi­lhões, o go­ver­no tra­ba­lha­va com a pos­si­bi­li­da­de de pa­gar o 13º des­te ano em dezembro.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.