Mar­co Au­ré­lio re­la­ta ca­so Bol­so­na­ro no STF

O Dia - - POLÍTICA E PAÍS -

O mi­nis­tro Mar­co Au­ré­lio Mel­lo se­rá o re­la­tor do pro­ces­so con­tra o de­pu­ta­do Jair Bol­so­na­ro no Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF). O pré-can­di­da­to do PSL à Pre­si­dên­cia foi de­nun­ci­a­do pe­la pro­cu­ra­do­ra-ge­ral da Re­pú­bli­ca Ra­quel Dod­ge por ra­cis­mo na se­ma­na pas­sa­da. Não há pre­vi­são pa­ra a acu­sa­ção ser jul­ga­da.

Bol­so­na­ro foi de­nun­ci­a­do por de­cla­ra­ções em uma pa­les­tra no Clu­be He­brai­ca do Rio em abril de 2017, con­si­de­ra­das pe­la pro­cu­ra­do­ra “de cu­nho dis­cri­mi­na­tó­rio, in­ci­tan­do o ódio e atin­gin­do di­re­ta­men­te vá­ri­os gru­pos so­ci­ais”.

Se con­de­na­do, Bol­so­na­ro po­de­rá cum­prir pe­na de re­clu­são de 1 a 3 anos. A pro­cu­ra­do­ra-ge­ral pe­de ain­da o pa­ga­men­to mí­ni­mo de R$ 400 mil por da­nos mo­rais co­le­ti­vos.

“A Sra. Che­fe do MP, an­tes de de­nún­ci­as in­fun­da­das, de­ve­ria co­nhe­cer o pro­ces­so de cri­a­ção de qui­lom­bo­las, vi­si­tá-los e en­ten­der o que sig­ni­fi­cam”, ra­giu Bol­so­na­ro, via Twit­ter à de­nún­cia. Na pa­les­tra, re­fe­rin­do-se ao grupo, o de­pu­ta­do dis­se: “Eu fui num qui­lom­bo. O afro­des­cen­den­te mais le­ve lá pe­sa­va se­te ar­ro­bas. Não fa­zem na­da! Eu acho que nem pa­ra pro­cri­a­dor ele ser­ve mais”.

>Bol­so­na­ro dis­se que ha­via fei­to ape­nas uma “brin­ca­dei­ra”. “Se faz brin­ca­dei­ra ho­je em dia, tu­do é ódio, tu­do é pre­con­cei­to Se eu cha­mo você de qua­tro olhos, de gor­do, não es­tou ofen­den­do os gor­dos do Bra­sil”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.