Co­mi­da de qua­li­da­de e mui­to la­zer

Fo­od Parks se ex­pan­dem co­mo óti­ma op­ção de cu­li­ná­ria di­fe­ren­ci­a­da e di­ver­são gratuita na Zo­na Nor­te

O Dia - - RIO DE JANEIRO - GA­BRI­EL TOR­RES ga­bri­el.tor­res@odia.com.br

Em São Pau­lo, eles já são re­a­li­da­de. No Rio, es­tão en­ga­ti­nhan­do e em cres­ci­men­to. São os fo­od parks. Um lo­cal a céu aber­to com op­ções de co­mi­das, be­bi­das e en­tre­te­ni­men­to pa­ra to­das as ida­des. Ofe­re­cem a mais va­ri­a­da gas­tro­no­mia: ham­búr­gue­res, co­mi­da ita­li­a­na e ja­po­ne­sa, sor­ve­tes, drinks e até fran­go em­pa­na­do. Brin­que­dos pa­ra a cri­an­ça­da tam­bém fazem par­te do me­nu. Na Ti­ju­ca, on­de tu­do co­me­çou, há pú­bli­co fi­el.

“Se vo­cê for a um res­tau­ran­te que ofe­re­ça es­sa mes­ma gas­tro­no­mia, vai gas­tar mui­to mais sem a mes­ma qua­li­da­de e va­ri­e­da­de. No fo­od park, tem uma va­ri­e­da­de ab­sur­da de co­mi­das e cer­ve­jas”, ana­li­sou An­to­nio Du­ar­te, 32 anos, en­ge­nhei­ro e fre­quen­ta­dor as­sí­duo do Fo­od Park Ca­ri­o­ca, na Rua Ma­riz e Bar­ros.

Foi o pri­mei­ro fo­od park da re­gião. Ide­a­li­za­do pe­lo en­ge­nhei­ro Bru­no Cy­pres­te em 2015, o Fo­od Park Ca­ri­o­ca com­ple­ta três anos em outubro. Cy­pres­te con­ta co­mo co­me­çou. “Tra­ba­lhei bas­tan­te tem­po em São Pau­lo e via que a ideia fun­ci­o­na­va. Ti­ve que tra­zer”, con­ta. “As pes­so­as en­ten­de­ram que no mes­mo am­bi­en­te po­dem gas­tar o quan­to qui­se­rem. Não pa­gam pa­ra entrar. O en­tre­te­ni­men­to é de gra­ça. É gas­tro­no­mia de rua de qua­li­da­de”, res­sal­ta.

Um des­ses fre­quen­ta­do­res é Andy Fer­rei­ra, 29 anos. Mú­si­co, em­pre­sá­rio e apre­ci­a­dor de uma boa gas­tro­no­mia, ele apro­vou a ini­ci­a­ti­va. “As op­ções de be­bi­da al­coó­li­ca e não-al­coó­li­ca são gran­des. Ain­da não acho ba­ra­to. Po­rém, per­to de um res­tau­ran­te ou bar, os pre­ços são mais aces­sí­veis. E ain­da tem mú­si­ca ao vi­vo”, elo­gia.

A pou­cos quilô­me­tros da­li, na Av. Ma­ra­ca­nã, foi inau­gu­ra­do em abril o Tower Park com a mes­ma pro­pos­ta: reu­nir ami­gos e fa­mí­lia pa­ra cur­tir uma boa gas­tro­no­mia e di­ver­são. No Tower Park, as noi­tes de terça-fei­ra são agi­ta­das. O pú­bli­co po­de subir no palco e se sen­tir uma es­tre­la no Ka­ra­o­kê. “Nes­te mês, te­mos um con­cur­so de ban­das de to- dos rit­mos aos do­min­gos com pre­mi­a­ções e pro­du­to­res mu­si­cais de re­no­me en­tre os ju­ra­dos”, avi­sa Re­na­ta An­to­nel­li, 45 anos, produtora de even­tos e uma das só­ci­as. Já no Fo­od Park Ca­ri­o­ca, há Ka­ra­o­kê to­da quin­ta-fei­ra.

Ou­tro fo­od park inau­gu­ra­do re­cen­te­men­te foi o Are­na Park Ma­ra­ca­nã. Mas não te­ve vi­da lon­ga. Nasceu du­ran­te a Co­pa do Mun­do da Rús­sia pa­ra fi­car até maio de 2019. En­tre­tan­to, a proi­bi­ção de fun­ci­o­nar du­ran­te jo­gos no Ma­ra­ca­nã fez a or­ga­ni­za­ção fe­char an­tes do pre­vis­to. “Em outubro, va­mos inau­gu­rar um no­vo pro­je­to”, pla­ne­ja Ro­ber­to Car­da­ret­ti, do­no do ex­tin­to Are­na Park Ma­ra­ca­nã.

No En­ge­nhão, foi inau­gu­ra­do o Fo­od Park in Rio, em ju­nho, no Se­tor Oes­te (Rua Jo­sé dos Reis). Pe­las re­des so­ci­ais, o es­pa­ço é elo­gi­a­do. Mas a se­gu­ran­ça no en­tor­no é ques­ti­o­na­da. “Achei óti­mo o even­to. Um am­bi­en­te agra­dá­vel, fa­mi­li­ar, es­tru­tu­ra mui­to boa... po­rém não há po­li­ci­a­men­to no en­tor­no do es­tá­dio”, pu­bli­cou uma fre­quen­ta­do­ra. Os fo­od parks con­tam com se­gu­ran­ças par­ti­cu­la­res den­tro dos es­pa­ços.

DI­VUL­GA­ÇÃO

Fo­od Park Ca­ri­o­ca, na Rua Ma­riz e Bar­ros, es­tá bom­ban­do: atrai prin­ci­pal­men­te ami­gos e fa­mí­li­as

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.