Ex­pec­ta­ti­va de vi­da sai em de­zem­bro

O Dia - - ECONOMIA -

> Em 1º de de­zem­bro o IBGE vai di­vul­gar a tá­bua de mor­ta­li­da­de de 2019. Apo­sen­ta­do­ri­as agen­da­das a par­tir des­sa da­ta de­vem ter re­du­ção de­vi­do a in­ci­dên­cia do fa­tor pre­vi­den­ciá­rio. A mu­dan­ça no cál­cu­lo dos be­ne­fí­ci­os é resultado da atu­a­li­za­ção do ín­di­ce, fei­ta to­dos os anos de­vi­do à al­te­ra­ções na ex­pec­ta­ti­va de vi­da da po­pu­la­ção.

De acor­do com pro­je­ções de New­ton Con­de, a ex­pec­ta­ti­va de vi­da nes­te ano de­ve subir, em mé­dia, pe­lo me­nos 52 di­as. Em 2018, tam­bém su­biu qua­se dois me­ses.

E es­se au­men­to im­pac­ta di­re­ta­men­te no cál­cu­lo do be­ne­fí­cio, pois ele­va o fa­tor pre­vi­den­ciá­rio. Com is­so, os tra­ba­lha­do­res te­rão que con­tri­buir por mais tem­po, ou se­ja qua­se mais dois me­ses, em mé­dia, pa­ra não ter per­da ao pe­dir apo­sen­ta­do­ria por tem­po de ser­vi­ço.

O fa­tor que in­ci­de so­bre os be­ne­fí­ci­os foi cri­a­do pa­ra evi­tar que tra­ba­lha­do­res se apo­sen­tem com ida­des con­si­de­ra­das bai­xas. As­sim quan­to mais pe­río­dos con­tri­buin­do, mai­or será o va­lor do be­ne­fí­cio.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.