Ob­je­ti­vos dis­tin­tos em jo­go no clás­si­co

Car­ras­cos de Fla­men­go e Bo­ta­fo­go nos dois úl­ti­mos clás­si­cos, Luiz Fer­nan­do e Lu­cas Pa­que­tá es­ta­rão em cam­po ho­je à noi­te em jo­go de­ci­si­vo pa­ra as pre­ten­sões das du­as equi­pes no Cam­pe­o­na­to Bra­si­lei­ro.

O Dia - - FRONT PAGE -

Fla­men­go, de Uri­be, quer ven­cer par­ti­da de ho­je con­tra o Bo­ta­fo­go pa­ra con­ti­nu­ar a so­nhar com o tí­tu­lo. No Al­vi­ne­gro, de Bren­ner, me­ta é fu­gir do re­bai­xa­men­to.

Zé Ri­car­do e Do­ri­val Jú­ni­or fa­zem ho­je, às 19h, no Nil­ton San­tos, um du­e­lo que, além de ser de­ter­mi­nan­te tan­to pa­ra o Bo­ta­fo­go quan­to pa­ra o Fla­men­go no Bra­si­lei­ro, po­de ser de­ci­si­vo pa­ra a per­ma­nên­cia dos trei­na­do­res na pró­xi­ma tem­po­ra­da. Só a vi­tó­ria in­te­res­sa às du­as equi­pes. Se não con­quis­tar os três pon­tos, o Ru­bro-Ne­gro pra­ti­ca­men­te dá adeus ao so­nho do hep­ta, en­quan­to o Al­vi­ne­gro po­de fi­car co­la­di­nho na zo­na de re­bai­xa­men­to.

Com con­tra­to até o fim do ano, Do­ri­val te­rá ape­nas mais seis jo­gos pa­ra pro­var que me­re­ce a con­fi­an­ça da no­va di­re­to­ria — que se­rá elei­ta em de­zem­bro — pa­ra ini­ci­ar 2019 à fren­te do Fla­men­go, de pre­fe­rên­cia com a con­quis­ta do tí­tu­lo bra­si­lei­ro. De­pois de um iní­cio pro­mis­sor, com três vi­tó­ri­as em qua­tro jo­gos, o ti­me emen­dou dois em­pa­tes con­se­cu­ti­vos, mas per­ma­ne­ce in­vic­to sob seu co­man­do.

O Bo­ta­fo­go deu a Zé Ri­car­do a mis­são de es­ca­par da de­go­la, mas ain­da não con­se­guiu se afas­tar do Z-4. Seu vín­cu­lo com o clu­be vai até abril do ano que vem, mas uma que­da pa­ra a Se­gun­da Di­vi­são po­de oca­si­o­nar sua saí­da pre­co­ce. Na 14ª co­lo­ca­ção, com 38 pon­tos, o ti­me es­tá a qua­tro do Vi­tó­ria, pri­mei­ro na zo­na de re­bai­xa­men­to, e tem 17% de ris­co de que­da, se­gun­do o ma­te­má­ti­co Tris­tão Gar­cia.

VO­CÊ SA­BIA No co­man­do do Vas­co, Zé Ri­car­do en­fren­tou o Fla­men­go três ve­zes e em­pa­tou to­das com o ex-clu­be

O trei­na­dor bo­ta­fo­guen­se ain­da pre­ci­sa que­brar uma es­cri­ta con­tra o ad­ver­sá­rio de ho­je, no qu­al deu seus pri­mei­ros pas­sos co­mo téc­ni­co, em 2016. Des­de que dei­xou o Fla­men­go, Zé Ri­car­do só em­pa­tou quan­do re­en­con­trou o clu­be. Dois con­fron­tos ter­mi­na­ram sem gols, en­quan­to o ou­tro fi­cou no 1 a 1, to­dos no co­man­do do Vas­co. Des­ta vez, o em­pa­te não in­te­res­sa a ne­nhu­ma das equi­pes e po­de ser cru­ci­al pa­ra as pre­ten­sões de ca­da uma no Bra­si­lei­ro.

EM­BA­LO NA RE­TA FI­NAL

De­pois de ga­nhar por 1 a 0 do Co­rinthi­ans na ro­da­da pas­sa­da, o Bo­ta­fo­go bus­ca emen­dar o se­gun­do o triun­fo con­se­cu­ti­vo di­an­te de seu mai­or ri­val, al­go ra­ro nes­ta tem­po­ra­da. No Bra­si­lei­ro, o Glo­ri­o­so só foi ca­paz de fa­zê-lo uma vez, quan­do ba­teu por 1 a 0 o Amé­ri­ca-MG, na 25ª ro­da­da, e por 4 a 3 o Vi­tó­ria, na jo­go se­guin­te, em Sal­va­dor.

Já o Fla­men­go ten­ta re­en­con­trar o ca­mi­nho da vi­tó­ria de­pois de em­pa­tes com o lí­der Pal­mei­ras (1 a 1) e o São Pau­lo (2 a 2), que o fi­ze­ram cair pa­ra a ter­cei­ra co­lo­ca­ção. Ago­ra, com 60 pon­tos, seis a me­nos do que o lí­der Pal­mei­ras e com ape­nas 5% de chan­ces de tí­tu­lo, ain­da pre­ci­sa se­car o Ver­dão e o In­ter­na­ci­o­nal, se­gun­do co­lo­ca­do, com 61 pon­tos, além de ven­cer os seus jo­gos pa­ra não pas­sar 2018 em bran­co.

VO­CÊ SA­BIA Do­ri­val Jú­ni­or es­tá in­vic­to des­de que vol­tou ao Fla­men­go, com três vi­tó­ri­as e três em­pa­tes

VITOR SIL­VA/SSPRESS/BO­TA­FO­GO

Ze Ri­car­do: triun­fo pa­ra dar tran­qui­li­da­de ao Bo­ta­fo­go na bri­ga pa­ra fu­gir da de­go­la no Bra­si­lei­ro

GILVAN DE SOU­ZA/FLA­MEN­GO

Do­ri­val Jú­ni­or sa­be­queo Fla­men­go tem que ven­cer pa­ra con­ti­nu­ar so­nhan­do com o hep­ta do Bra­si­lei­ro

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.