Pro­tes­to de téc­ni­ca de en­fer­ma­gem vi­ra­li­za

O Dia - - FRONT PAGE -

Pâ­me­la Ma­ga­nha pos­tou car­taz con­tra a de­mis­são de pro­fis­si­o­nais de saú­de da rede fe­de­ral. O país che­gou a 14 mi­lhões de de­sem­pre­ga­dos.

Pro­fis­si­o­nais da saú­de dos hos­pi­tais fe­de­rais do Rio de Ja­nei­ro se­guem lu­tan­do pa­ra manter seus em­pre­gos. Em pu­bli­ca­ção na rede so­ci­al, a téc­ni­ca de en­fer­ma­gem do Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal de Trau­ma­to­lo­gia e Or­to­pe­dia Ja­mil Had­dad (In­to), Pâ­me­la Ma­ga­nha, pro­tes­tou con­tra a possível de­mis­são em mas­sa dos fun­ci­o­ná­ri­os da rede fe­de­ral de saú­de.

Mais de 3 mil fun­ci­o­ná­ri­os com anos de ex­pe­ri­ên­cia po­dem per­der seus pos­tos de tra­ba­lho até de­zem­bro des­te ano, ca­so o Mi­nis­té­rio da Saú­de não can­ce­le o pro­ces­so se­le­ti­vo pa­ra a con­tra­ta­ção de pro­fis­si­o­nais tem­po­rá­ri­os.

“Sin­ce­ra­men­te, é um sen­ti­men­to de tris­te­za e im­pu­ni­da­de, sur­re­al. Por­que um dia so­mos ta­xa­dos co­mo he­róis, ba­tem pal­mas na ja­ne­la pra gen­te, e no outro mo­men­to, sim­ples­men­te so­mos des­car­ta­dos co­mo par de lu­vas su­jas. Nós abri­mos mão da nos­sa fa­mí­lia, mui­tos colegas fi­ca­ram em ho­téis, e sim­ples­men­te des­car­tam a gen­te sem mais nem me­nos. O sen­ti­men­to que eu te­nho é de ab­so­lu­ta tris­te­za, pois um dia es­ta­mos fa­zen­do de tu­do pa­ra sal­var as pes­so­as, e no outro dia ten­tan­do sal­var nos­sos em­pre­gos.”, la­men­ta a téc­ni­ca de en­fer­ma­gem do In­to, Pâ­me­la Ma­ga­nha.

Sin­ce­ra­men­te, é um sen­ti­men­to de tris­te­za e im­pu­ni­da­de, sur­re­al”

P­ME­LA MA­GA­NHA, téc­ni­ca de en­fer­ma­gem do In­to

REPRODUçãO DO FA­CE­BO­OK

REPRODUã§ã£O/FA­CE­BO­OK

Pâ­me­la pu­bli­cou no Fa­ce­bo­ok

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.