Ado­les­cen­te é mor­ta a fa­ca­das em Pai­çan­du

Jés­si­ca Re­cal­de, 17 anos, pri­mei­ro, foi agre­di­da. Depois, en­quan­to to­ma­va ba­nho, foi as­sas­si­na­da e o cor­po dei­xa­do nu no meio da rua. Au­tor do cri­me qua­se foi lin­cha­do

O Diario do Norte do Parana - - REGIÃO - Ivy Val­sec­chi

ivy­val­sec­chi@odi­a­rio.com Uma mul­ti­dão to­mou a Rua Pau­lo Afon­so, no Jar­dim Itai­pu I, em Pai­çan­du (na re­gião me­tro­po­li­ta­na de Ma­rin­gá), na tar­de de on­tem, pa­ra ob­ser­var e ti­rar fo­tos do cor­po da ado­les­cen­te Jés­si­ca Re­cal­de, 17 anos, mor­ta a fa­ca­das. A jo­vem te­ve o pes­co­ço per­fu­ra­do, es­ta­va nua e com o cor­po su­jo de ter­ra, por que a rua on­de foi en­con­tra­da não é as­fal­ta­da. Se­gun­do in­for­ma­ções da Po­lí­cia Ci­vil, a ga­ro­ta foi mor­ta por Da­ni­el Gon­çal­ves, 39, quan­do to­ma­va ba­nho na ca­sa de um ca­sal de ami­gos, on­de mo­ra­va.

De acor­do com o delegado Gustavo de Pi­nho Al­ves, dois po­dem ser os mo­ti­vos do cri­me. A pri­mei­ra sus­pei­ta é a de que a ga­ro­ta rou­bou R$ 50 do as­sas­si­no. A ou­tra é pas­si­o­nal O ho­mem que a ma­tou es­ta­va apai­xo­na­do pe­la ví­ti­ma, mas era re­jei­ta­do.

Jés­si­ca e Gon­çal­ves es­ta­vam acom­pa­nha­dos do ca­sal de ami­gos em um bar de Pai­çan­du, quan­do ini­ci­a­ram uma dis­cus­são. Tes­te­mu­nhas re­la­ta­ram à po­lí­cia que os qua­tro dei­xa­ram o es­ta­be­le­ci­men­to depois que Gon­çal­ves, que es­ta­ria bê­ba­do, tentou agar­rar a ado­les­cen­te a for­ça e se­gui­do o trio até a re­si­dên­cia. No ca­mi­nho, ele te­ria agre­di­do a jo­vem com so­cos e pon­ta­pés, pro­vo­can­do fe­ri­men­tos. Jés­si­ca te­ria en­tão si­do so­cor­ri­da pe­lo ca­sal e en­tra­do em ca­sa pa­ra to­mar ba­nho e la­var os fe­ri­men­tos. Foi en­tão que o acu­sa­do te­ria in­va­di­do o lo­cal, agre­di­do Jés­si­ca a pau­la­das e, em se­gui­da, es­fa­que­a­do a ga­ro­ta.

Se­gun­do o delegado, mes­mo caí­da, a ado­les­cen­te re­ce­beu vá­ri­os gol­pes de fa­ca no pes­co­ço e na re­gião do tó­rax. Depois de ma­tá-la, Gon­çal­ves jo­gou o cor­po em fren­te à ca­sa e per­ma­ne­ceu ao la­do da me­ni­na, com com­por­ta­men­to agres­si­vo. A Po­lí­cia Mi­li­tar foi aci­o­na­da por po­pu­la­res e te­ve di­fi­cul­da­de de­tê-lo. O com­por­ta­men­to do as­sas­si­no re­vol­tou os mo­ra­do­res que pas­sa­ram a es­pan­cá-lo. Depois de con- ter a ten­ta­ti­va de lin­cha­men­to, os po­li­ci­ais en­ca­mi­nha­ram o ra­paz ao Hos­pi­tal Uni­ver­si­tá­rio (HU) de Ma­rin­gá com fe­ri­men­tos ge­ne­ra­li­za­dos. Ele foi pre­so em fla­gran­te pe­lo cri­me de ho­mi­cí­dio qua­li­fi­ca­do.

A mo­ra­do­ra da ca­sa que ser­viu de ce­ná­rio pa­ra o cri­me, uma ado­les­cen­te de 14 anos, con­tou que Jés­si­ca mo­ra­va na ca­sa dos pais na Zo­na 4, em Ma­rin­gá, mas pas­sou a ter di­fi­cul­da­des de per­ma­ne­cer com a fa­mí­lia, após fi­car trau­ma­ti­za­da com o as­sas­si­na­to de Ger­si­nho, com qu­em era ama­si­a­da, e que, se­gun­do a Po­lí­cia Ci­vil, foi mor­to há dois me­ses em Pai­çan­du por en­vol­vi­men­to com o trá­fi­co. “Nós ten­ta­mos se­pa­rar os dois, mas não con­se­guir­mos. O Da­ni­el es­ta­va pos­suí­do e ame­a­ça­va to­do mun­do”

A me­nor con­tou que co­nhe­ceu Jés­si­ca “na rua”, há pou­co tem­po, e que de vez em quan­do a abri­ga­va na ca­sa de­la. A ado­les­cen­te re­la­tou que tentou, com a aju­da do com­pa­nhei­ro, se­pa­rar a bri­ga, mas não con­se­guiu. “O Da­ni­el es­ta­va pos­suí­do e ame­a­ça­va to­do mun­do”, des­cre­veu.

De acor­do a Po­lí­cia Ci­vil, Jés­si­ca es­te­ve re­cen­te­men­te na de­le­ga­cia por uma si­tu­a­ção en­vol­ven­do usuá­ri­os de dro­gas. O delegado es­cla­re­ce que a ca­sa on­de ocor­reu o as­sas­si­na­to - com as­pec­to de aban­do­no e em pés­si­mas con­di­ções de hi­gi­e­ne- fun­ci­o­na co­mo “mo­có” de usuá­ri­os de dro­gas, e o ho­mem com qu­em a me­nor e ami­ga da ví­ti­ma mo­ra, co­nhe­ci­do co­mo “Bat­man”, é pro­cu­ra­do por en­vol­vi­men­to com o trá­fi­co.

A po­lí­cia in­for­mou ain­da que Jés­si­ca era mãe de um be­bê que tentou ven­der há cer­ca de três me­ses. A in­for­ma­ção é de que a cri­an­ça es­te­ja sob os cui­da­dos dos pais da me­ni­na. A ga­ro­ta tam­bém es­ta­ria grá­vi­da de um mês, de pai des­co­nhe­ci­do. O cor­po da ví­ti­ma foi en­ca­mi­nha­do ao Instituto Mé­di­coLe­gal (IML) de Ma­rin­gá.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.