Pro­tes­to con­tra no­vo cur­rí­cu­lo

O Diario do Norte do Parana - - REGIÃO - Renato Oli­vei­ra e Rú­bia Pi­men­ta

re­da­cao@odi­a­rio.com Cer­ca de 300 pes­so­as, en­tre pro­fes­so­res e alu­nos do en­si­no mé­dio da re­de es­ta­du­al de Ma­rin­gá e Sa­ran­di e aca­dê­mi­cos de cur­sos co­mo Sociologia e Fi­lo­so­fia, pro­tes­ta­ram on­tem con­tra as mu­dan­ças na ma­triz cur­ri­cu­lar im­pos­ta pe­lo Go­ver­no do Es­ta­do. Em pas­se­a­ta, que co­me­çou por vol­ta das dez ho­ras, os ma­ni­fes­tan­tes saí­ram da Pra­ça Ra­po­so Ta­va­res, se­gui­ram pe­la Ave­ni­da Bra­sil e fo­ram até o Nú­cleo Re­gi­o­nal de Edu­ca­ção (NRE), na Ave­ni­da Leão Car­nei­ro.

Os ma­ni­fes­tan­tes rei­vin­di­cam ne­go­ci­ar o pro­je­to de in­clu­são de três no­vas dis­ci­pli­nas co­mo es­pa­nhol, pro­du­ção tex­tu­al e ma­te­má­ti­ca bá­si­ca na gra­de cur­ri­cu­lar. A pre­si­den­te da APP - Sin­di­ca­to de Ma­rin­gá, Vil­ma Garcia da Sil­va, acre­di­ta que o de­ba­te é fun­da­men­tal pa­ra não pre- ju­di­car dis­ci­pli­na al­gu­ma. “As mu­dan­ças pro­pos­tas pe­lo Go­ver­no do Es­ta­do não re­pre­sen­tam ape­nas uma re­du­ção no mer­ca­do de tra­ba­lho dos pro­fes­so­res, mas su­ca­teia a qua­li­da­de da Edu­ca­ção. As mu­dan­ças são ne­ces­sá­ri­as, mas de­vem ser de­ba­ti­das com a co­mu­ni­da­de es­co­lar”, dis­se.

Pre­ju­di­ca­dos

O es­tu­dan­te do se­gun­do ano do en­si­no mé­dio do Instituto de Edu­ca­ção Es­ta­du­al de Ma­rin­gá, Gustavo Bar­ros, diz que con­cor­da com as mu­dan­ças, des­de que elas fa­vo­re­çam a for­ma­ção de “in­di­ví­du­os pen­san­tes”. “Nós já sen­ti­mos de­fi­ci­ên­cia no apren­di­za­do, por cau­sa de con­teú­dos com pou­cas au­las, co­mo a sociologia. Se ti­rar da gra­de vai com­pli­car ain­da mais. Nós já te­mos au­las de ma­te­má­ti­ca e por­tu­guês su­fi­ci­en­tes”, ale­gou.

A mes­tran­da em Fi­lo­so­fia da Uni­ver­si­da­de Es­ta­du­al de Ma­rin­gá (UEM), Pa­trí­cia Rif­fel de Al­mei­da, afir­mou que o go­ver­no pre­ci­sa abrir o diá­lo­go com os es­tu­dan­tes e pro­fes­so­res. “Os alu­nos e mes­tres são os prin­ci­pais afetados. É pre­ci­so que a ar­gu­men­ta­ção pre­va­le­ça”, res­sal­tou.

Ela acres­cen­tou já ser di­fí­cil tra­ba­lhar o con­teú­do de fi­lo­so­fia em du­as au­las se­ma­nais e a re­du­ção se­ria um pas­so pa­ra ex­tin­ção da ma­té­ria do cur­rí­cu­lo. “Ain­da tem um pre­juí­zo na ho­ra de pres­tar o ves­ti­bu­lar, le­van­do em con­si­de­ra­ção que as es­co­las par­ti­cu­la­res e cur­si­nhos ofe­re­cem au­las de sociologia e fi­lo­so­fia”, dis­se.

Go­ver­no

“Exa­mes co­mo o Enem, Ideb e Pro­va Bra­sil in­di­cam ha­ver uma que­da gra­da­ti­va do apro­vei­ta­men­to nas dis­ci­pli­nas de por­tu­guês e ma­te­má­ti­ca. É pre­o­cu­pan­te, por­que são ma­té­ri­as bá- si­cas pa­ra o alu­no apre­sen­tar bom apro­vei­ta­men­to tam­bém nas ou­tras au­las”, jus­ti­fi­cou Mar­le­ne Ga­gar­do Mo­chi, assistente de che­fia do Nú­cleo Re­gi­o­nal de Edu­ca­ção de Ma­rin­gá.

Pa­ra Mar­le­ne, a pro­pos­ta não foi apro­va­da pe­lo Go­ver­no do Es­ta­do, pois ain­da es­tá sen­do de­ba­ti­da com a APP-Sin­di­ca­to e o Con­se­lho Es­ta­du­al de Edu­ca­ção. “Ela po­de ser apro­va­da pa­ra 2013, ape­nas, se hou­ver con­sen­so no de­ba­te”, fri­sou.

Ricardo Lo­pes

Ma­ni­fes­tan­tes rei­vin­di­cam que o Go­ver­no do Es­ta­do re­ve­ja a me­di­da

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.