Me­di­da anima Dil­ma Rousseff

O Diario do Norte do Parana - - ECONOMIA -

Pa­ra a pre­si­den­te Dil­ma Rousseff, a me­di­da “re­duz o cus­to das em­pre­sas do se­tor e fa­ci­li­ta a con­tra­ta­ção de mão obra”. Ela des­ta­cou que os in­cen­ti­vos vão tor­nar “a in­dús­tria da cons­tru­ção ci­vil bra­si­lei­ra mais com­pe­ti­ti­va”.

As em­pre­sas do se­tor te­rão uma li­nha es­pe­ci­al de cré­di­to pa­ra ca­pi­tal de gi­ro, ofe­re­ci­da pe­la Cai­xa Econô­mi­ca Fe­de­ral. Ao to­do, o ban­co vai ofe­re­cer R$ 2 bi­lhões a ju­ros de 0,94% ao mês, com pra­zo até qua­ren­ta me­ses pa­ra fir­mas com fa­tu­ra­men­to anu­al de até R$ 50 mi­lhões.

Mai­or fi­nan­ci­a­do­ra da ha­bi­ta­ção no País, a Cai­xa es­ti­ma que os de­sem­bol­sos pa­ra o cré­di­to ha­bi­ta­ci­o­nal vão atin­gir R$ 92,1 bi­lhões, em 2012, an­te R$ 69,6 bi­lhões, no ano pas­sa­do, e R$ 55,6 bi­lhões, em 2010.

O Mi­nis­té­rio da Fa­zen­da tam­bém al­te­rou as re­gras do Re­gi­me Es­pe­ci­al de Tri­bu­ta- ção (RET) do se­tor da cons­tru­ção. A alí­quo­ta ge­ral do re­gi­me foi re­du­zi­da de 6% pa­ra 4%, após cor­tes nos qua­tro tri­bu­tos in­cluí­dos no re­gi­me - Im­pos­to de Ren­da de Pes­soa Ju­rí­di­ca (IRPJ), Con­tri­bui­ção So­ci­al so­bre o Lu­cro Lí­qui­do (CSLL), Pro­gra­ma de In­te­gra­ção So­ci­al (PIS) e Con­tri­bui­ção pa­ra o Fi­nan­ci­a­men­to da Se­gu­ri­da­de So­ci­al (Co­fins).

Com es­sas me­di­as, o go­ver­no vai abrir mão de R$ 411 mi­lhões em ar­re­ca­da­ção no ano que vem A União ain­da am­pli­ou de R$ 85 mil pa­ra R$ 100 mil o va­lor má­xi­mo dos imó­veis re­si­den­ci­ais de in­te­res­se so­ci­al.

Se­gun­do da­dos apre­sen­ta­dos por Mantega, on­tem, ex­traí­dos da Pes­qui­sa Na­ci­o­nal por Amos­tra­gem de Do­mi­cí­lio (Pnad), de 2011, a cons­tru­ção ci­vil reú­ne 7,7 mi­lhões de tra­ba­lha­do­res.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.