Rai­mun­dos

O Diario do Norte do Parana - - O DIÁRIO DO NORTE DO PARANÁ -

do”, “Manual de Ins­tru­ção” e “Ar­re­gou”, to­das de sua la­vra. “Cer­ca de 4% do re­per­tó­rio é de mú­si­cas pró­pri­as”. Pa­re­ce pou­co, mas, den­tro do meião uni­ver­si­tá­rio, já é mui­to. “É im­pos­sí­vel fa­zer um show com mui­tas mú­si­cas pró­pri­as pa­ra os fãs de ser­ta­ne­jo. Ve­ja, até Mi­chel Te­ló e Vic­tor & Leo de­di­cam meia ho­ra de seus shows às mú­si­cas de ou­tros ar­tis­tas”, jus­ti­fi­ca.

Além de re­to­mar hits da tur­ma de Te­ló, Ca­za­rin ape­la pa­ra uma es­tra­té­gia inu­si­ta­da: de­po­si­ta, na hi­bri­da­ção mu­si­cal, su­as fi­chas pa­ra o su­ces­so. No re­per­tó­rio, ele emen­da “Swe­et Child O’ Mi­ne”, dos Guns N’ Ro­ses, “Mu­lher de Fa­ses”, dos Rai­mun­dos”, e “With Or Without You”, do U2. So­bre a mis­tu­re­ba so­no­ra, ele nem vê tan­ta di­fe­ren­ça, as­sim en­tre o ser­ta­ne­jo do Fer­nan­do & So­ro­ca­ba e o rock de­bo­cha­do dos Rai­mun­dos.

“Não es­tou es­cu­lham­ban­do o rock bra­si­lei­ro. É só pe­gar as le­tras pa­ra ver: Rai­mun­dos e Fer­nan­do & So­ro­ca­ba usam a mes­ma lin­gua­gem. Quan­do os ser­ta­ne­jos can­tam ‘ é meu de­fei­to, eu be­bo mes­mo,bei­jo mes­mo’, es­tão na mes­ma li­nha dos Rai­mun­dos”, acre­di­ta.

Divulgação

“Não es­tou es­cu­lham­ban­do o rock”, diz o ser­ta­ne­jo Alexandre Ca­za­rin, que can­ta Rai­mun­dos e U2

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.