Cor­po de Ni­e­meyer é en­ter­ra­do no Rio

O Diario do Norte do Parana - - GERAL -

O cor­po do ar­qui­te­to Os­car Ni­e­meyer, que morreu na úl­ti­ma qu­ar­ta-fei­ra, aos 104 anos, foi en­ter­ra­do on­tem, por vol­ta das 18h15. Cer­ca de 400 pes­so­as as­sis­ti­ram ao se­pul­ta­men­to, con­tra­ri­an­do a de­ci­são da fa­mí­lia de fa­zer uma ce­rimô­nia fe­cha­da. Além de pa­ren­tes e ami­gos, mui­tos ad­mi­ra­do­res anônimos e cu­ri­o­sos fo­ram ao ce­mi­té­rio São João Ba­tis­ta, em Bo­ta­fo­go (zo­na sul do Rio de Ja­nei­ro). A Ban­da de Ipa­ne­ma, da qual Ni­e­meyer era pa­tro­no, to­cou a mú­si­ca Ca­ri­nho­so, de Pi­xin­gui­nha. Com­pa­nhei­ros de mi­li­tân­cia can­ta­ram ‘A In­ter­na­ci­o­nal’, hi­no dos co­mu­nis­tas. Cer­ca de 150 pes­so­as as­sis­ti­ram ao cul­to ecu­mê­ni­co que en­cer­rou o velório ini­ci­a­do às 8h30, no Pa­lá­cio da Ci­da­de. En­tre as mui­tas co­ro­as de flo­res en­vi­a­das ao velório do ar­qui­te­to e ex-mi­li­tan­te co­mu­nis­ta, des­ta­cam-se as ho­me­na­gens dos irmãos Fi­del e Raul Castro. Ca­da um en­vi­ou uma co­roa. Fi­del lem­brou “o in­con­di­ci­o­nal ami­go de Cu­ba Os­car Ni­e­meyer”, e o ir­mão Raul, o “que­ri­do ami­go Ni­e­meyer”. Fi­del as­si­nou a lem­bran­ça co­mo “co­man­dan­te em che­fe Fi­del Castro Ruiz”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.