Pa­ra Tom­bi­ni, País es­tá em re­cu­pe­ra­ção

O Diario do Norte do Parana - - GERAL -

O pre­si­den­te do Ban­co Cen­tral, Alexandre Tom­bi­ni, afir­mou, du­ran­te au­di­ên­cia pú­bli­ca na Co­mis­são de As­sun­tos Econô­mi­cos (CAE) do Se­na­do, que o ce­ná­rio de re­cu­pe­ra­ção no Bra­sil é de cres­ci­men­to, ain­da que de for­ma mais len­ta. Ele sa­li­en­tou que es­se qua­dro de au­men­to da ati­vi­da­de se ma­te­ri­a­li­za em um “am­bi­en­te de in­fla­ção sob con­tro­le”.

Tom­bi­ni acre­di­ta que a in­fla­ção con­ver­gi­rá pa­ra a me­ta ao lon­go de 2013. E apon­tou al­guns fa­to­res que cor­ro­bo­ram sua ava­li­a­ção. O pri­mei­ro é a ex­pec­ta­ti­va de que o re­a­jus­te do sa­lá­rio mí­ni­mo se­rá me­nor do que em 2012, o que ten­de a ge­rar re­per­cus­sões so­bre os cus­tos de pro­du­ção. Tam­bém o se­tor pú­bli­co apon­ta, con­for­me o pre­si­den­te do BC, me­nor au­men­to sa­la­ri­al nos pró­xi­mos três anos. Es­sa pers­pec­ti­va es­tá “mais con­di­zen­te”, de acor­do com ele, com o ní­vel de au­men­to da pro­du­ti­vi­da­de do tra­ba­lho bra­si­lei­ro. O se­gun­do pon­to ci­ta­do foi o das pers­pec­ti­vas de mo­de­ra­ção de “cer­tos pre­ços de ati­vos re­ais e fi­nan­cei­ros, da­da as con­di­ções vi­gen­tes da eco­no­mia”. Tom­bi­ni en­fa­ti­zou que o re­gi­me de câm­bio bra­si­lei­ro é flu­tu­an­te e não de­ve ser vis­to co­mo um in­cen­ti­vo a apos­tas que exa­cer­bam a vo­la­ti­li­da­de.

O ter­cei­ro es­tá re­la­ci­o­na­do com a ex­pec­ta­ti­va de im­pac­to so­bre os pre­ços das me­di­das ado­ta­das pe­lo go­ver­no e que de­vem re­du­zir cus­tos de pro­du­ção e au­men­tar a com­pe­ti­ti­vi­da­de. O quar­to foi so­bre a ex­pan­são de cré­di­to. Já o quin­to pon­to foi o da si­tu­a­ção in­ter­na­ci­o­nal. “Ape­sar de si­nais de es­ta­bi­li­za­ção do ce­ná­rio glo­bal, ele ain­da é frá­gil”, con­si­de­rou.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.