União re­duz re­pas­ses e Pa­ra­ná per­de R$ 400 mi

Em 2012, hou­ve que­da ver­ti­gi­no­sa nas trans­fe­rên­ci­as da União pa­ra os Es­ta­dos. Ape­nas o Pa­ra­ná per­deu R$ 400 mi­lhões; ago­ra, Es­ta­do rei­vin­di­ca res­sar­ci­men­to

O Diario do Norte do Parana - - GERAL - Agên­cia Es­ta­du­al

re­da­cao@odi­a­rio.com O go­ver­na­dor Be­to Richa as­si­nou uma car­ta que se­rá en­de­re­ça­da à pre­si­den­te Dil­ma Rousseff pe­din­do o res­sar­ci­men­to pe­la “que­da ver­ti­gi­no­sa das trans­fe­rên­ci­as da União”pa­ra os es­ta­dos. A mes­ma me­di­da foi ado­ta­da por to­dos os de­mais go­ver­na­do­res. Pa­ra Richa, é pre­men­te que a União com­pen­se as per­das im­pos­tas aos Es­ta­dos nes­te ano.

“Não po­de­mos con­ti­nu­ar sen­do pu­ni­dos com es­sa fór­mu­la per­ver­sa que com­bi­na cor­tes de re­cei­tas com trans­fe­rên­cia de res­pon­sa­bi­li­da­des. Te­mos re­ce- bi­do ca­da vez mais obri­ga­ções, mas sem mei­os pa­ra cum­pri­las”, afir­mou o go­ver­na­dor. O Pa­ra­ná rei­vin­di­ca o res­sar­ci­men­to de R$ 400 mi­lhões em fun­ção da que­da nas trans­fe­rên­ci­as fe­de­rais em re­la­ção ao que foi es­ta­be­le­ci­do na lei or­ça­men­tá­ria da União pa­ra es­te ano.

No to­tal, os Es­ta­dos bra­si­lei­ros dei­xa­ram de re­ce­ber R$ 10,7 bi­lhões em 2012. Se­gun- “Não po­de­mos con­ti­nu­ar sen­do pu­ni­dos com es­sa fór­mu­la per­ver­sa (do go­ver­no fe­de­ral)” do Richa, o Es­ta­do já per­deu R$ 241,7 mi­lhões do Fun­do de Par­ti­ci­pa­ção dos Es­ta­dos (FPE). Ou­tros R$ 158,3 mi­lhões dei­xa­ram de en­trar no cai­xa es­ta­du­al em fun­ção da que­da nas trans­fe­rên­ci­as vin­cu­la­das ao Im­pos­to so­bre Pro­du­tos In­dus­tri­a­li­za­dos (IPI) das ex­por­ta­ções e à Con­tri­bui­ção de In­ter­ven­ção no Do­mí­nio Econô­mi­co (Ci­de).

Aler­ta

No do­cu­men­to pa­ra a pre­si­den­te da República, os go­ver­na­do­res aler­tam pa­ra a gra­ve si­tu­a­ção fi­nan­cei­ra en­fren­ta­da pe­los Es­ta­dos em fun­ção da re­du­ção de re­pas­ses fe­de­rais. Ou­tra ra­zão é “uma ex­pres­si­va e in­vo­lun­tá­ria ele­va­ção de gas­tos de­cor­ren­tes do re­a­jus­te de 22% no pi­so na­ci­o­nal da edu­ca­ção, con­for­me le­gis­la­ção fe­de­ral, e da no­va re­gu­la­men­ta­ção dos gas­tos com saú­de”.

No tex­to, os go­ver­na­do­res elo­gi­am a ini­ci­a­ti­va do go­ver­no fe­de­ral de ten­tar aque­cer a eco­no­mia, re­du­zin­do im­pos­tos, pa­ra fa­zer fren­te à crise econô­mi­ca mun­di­al. Mas des­ta­cam que as me­di­das não fo­ram “su­fi­ci­en­tes pa­ra fa­zer com que os im­pos­tos par­ti­lha­dos (União, Es­ta­dos e mu­ni­cí­pi­os) man­ti­ves­sem o mes­mo ní­vel ar­re­ca­da­tó­rio ini­ci­al­men­te es­ti­ma­do”.

Se­gun­do cál­cu­los re­a­li­za­dos pe­los se­cre­tá­ri­os es­ta­du­ais de Fa­zen­da, nes­te ano hou­ve que­da de 12% nos re­pas­ses do FPE, que caiu de um to­tal de R$ 70,18bi­lhões pa­ra R$ 61,8 bi­lhões, já in­cluí­da a es­ti­ma­ti­va pa­ra o mês de de­zem­bro. Nas trans­fe­rên­ci­as da Ci­de, a per­da al­can­ça 63% em 2012 e “che­ga­rá a 100% em 2013”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.