Opo­si­ção pe­de in­ves­ti­ga­ção de Lu­la

No do­cu­men­to, os par­ti­dos des­ta­cam que o de­poi­men­to é uma acu­sa­ção di­re­ta ao ex-pre­si­den­te; ba­se é de­poi­men­to que apon­ta Lu­la co­mo be­ne­fi­ciá­rio do ‘va­le­ri­o­du­to’ Ban­co do Bra­sil In­dig­na­do

O Diario do Norte do Parana - - GERAL - Das agên­ci­as

re­da­cao@odi­a­rio.com Par­la­men­ta­res de PSDB, DEM e PPS pro­to­co­la­ram uma re­pre­sen­ta­ção pa­ra que o pro­cu­ra­dor­ge­ral da República, Ro­ber­to Gur­gel, in­ves­ti­gue a par­ti­ci­pa­ção do ex-pre­si­den­te Luiz Iná­cio Lu­la da Sil­va no men­sa­lão. A ba­se pa­ra o pe­di­do é o de­poi­men­to do em­pre­sá­rio Mar­cos Va­lé­rio Fer­nan­des de Sou­za ao Mi­nis­té­rio Pú­bli­co, re­ve­la­do pe­lo jor­nal O Es­ta­do de S. Pau­lo, no qual ele afir­ma que Lu­la deu o “ok” pa­ra o es­que­ma e te­ve as des­pe­sas pes­so­as pa­gas com di­nhei­ro do va­le­ri­o­du­to.

Na re­pre­sen­ta­ção, os par­ti­dos de opo­si­ção des­ta­cam que o de­poi­men­to é uma acu­sa­ção di­re­ta a Lu­la. “O Sr. Mar­cos Va­lé­rio Fer­nan­des de Sou­za de­nun­ci­ou for­mal­men­te o ex-pre­si­den­te da República Luiz Iná­cio Lu­la da Sil­va, afir­man­do que o mes­mo era o ver­da­dei­ro che­fe da or­ga­ni­za­ção cri­mi­no­sa que ope­rou o “men­sa­lão”, be­ne­fi­ci­an­do-se in­clu­si­ve pes­so­al­men­te dos re­cur­sos rou­ba­dos”.

Os par­la­men­ta­res sus­ten­tam que as “acu­sa­ções são gra­vís­si­mas e pre­ci­sam ser in­ves­ti­ga­das a fun­do”. “Não es­tá se tra­tan­do mais de su­po­si­ções, elu­cu­bra­ções, pre­sun­ções ou te­o­ri­as”, diz tre­cho da re­pre­sen­ta­ção. “Os re­pre­sen­tan­tes vêm pe­ran­te es­ta dou­ta pro­cu­ra­do­ri­age­ral da República pa­ra re­que­rer a de­vi­da in­ves­ti­ga­ção cri­mi­nal e, ca­so se­jam con­fir­ma­dos os fa­tos, que se­ja pro­mo­vi­da a com­pe­ten­te ação pe­nal pú­bli­ca em fa­se ex­pre­si­den­te da República Luiz Iná­cio Lu­la da Sil­va e de qu­em mais es­ti­ver en­vol­vi­do”, con­clu­em os par­la­men­ta­res.

O pe­di­do é as­si­na­do pe­los pre­si­den­tes do DEM, se­na­dor José Agri­pi­no (RN), do PPS, de­pu­ta­do Ro­ber­to Frei­re (SP), e pe­los lí­de­res do PSDB no Se­na­do, Al­va­ro Di­as (PR), na Câ­ma­ra, Bruno Araú­jo (PE), e do PPS na Câ­ma­ra, Ru­bens Bu­e­no (PR). “Va­lé­rio de­nun­ci­ou for­mal­men­te Lu­la, afir­man­do que o mes­mo era o ver­da­dei­ro che­fe da or­ga­ni­za­ção cri­mi­no­sa” Va­lé­rio afir­mou no de­poi­men­to pres­ta­do em 24 de se­tem­bro à Pro­cu­ra­do­ria-Ge­ral da República que di­ri­gen­tes do Ban­co do Bra­sil es­ti­pu­la­ram, a par­tir de 2003, uma es­pé­cie de “pe­dá­gio” às agên­ci­as de pu­bli­ci­da­de que pres­ta­vam ser­vi­ços pa­ra a ins­ti­tui­ção fi­nan­cei­ra pú­bli­ca: 2% de to­dos os con­tra­tos eram en­vi­a­dos pa­ra o cai­xa do PT, acu­sou o ho­mem apon­ta­do co­mo o ope­ra­dor do men­sa­lão.

Em dois anos, os re­pas­ses do Ban­co do Bra­sil às cin­co agên­ci­as de pu­bli­ci­da­de com qu­em man­ti­nha con­tra­to su­pe­ra­ram R$ 400 mi­lhões. Ami­go e ex-che­fe de ga­bi­ne­te Lu­la, o mi­nis­tro Gil­ber­to Car­va­lho (Se­cre­ta­ria-Ge­ral da Pre­si­dên­cia) dis­se on­tem que o ex­pre­si­den­te não te­me os des­do­bra­men­tos das acu­sa­ções, mas es­tá “pro­fun­da­men­te in­dig­na­do” com as de­cla­ra­ções de Va­lé­rio. Pa­ra Car­va­lho, além de Mar­cos Va­lé­rio não me­re­cer cre­di­bi­li­da­de, ele men­tiu tan­to “nos de­ta­lhes quan­to no con­teú­do mais pro­fun­do”. ““Eu fui che­fe de ga­bi­ne­te do pre­si­den­te Lu­la du­ran­te oi­to anos. Eu sei qu­em en­trou e dei­xou de en­trar na­que­le ga­bi­ne­te. Es­se se­nhor nun­ca pi­sou àque­le ga­bi­ne­te”, de­fen­de.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.