Tra­gé­dia nos EUA

O Diario do Norte do Parana - - OPINIÃO -

Vi o pre­si­den­te dos Es­ta­dos Uni­dos, Ba­rack Oba­ma, cho­rar quan­do fez o dis­cur­so lo­go depois do massacre con­tra as cri­an­ças na­que­le país. E ape­sar de pa­re­cer sin­ce­ro, to­do o mun­do sa­be que es­te cho­ro não vai dar em na­da. Vá­ri­os ou­tros pre­si­den­tes já ten­ta­ram con­tro­lar a ven­da de armas na Amé­ri­ca, mas ne­nhum até ho­je te­ve su­ces­so - al­guns de­les, in­clu­si­ve, por te­mer a im­po­pu­la­ri­da­de. Os Es­ta­dos Uni­dos fo­ram cons­truí­dos so­bre o di­rei­to do ci­da­dão de ter uma ar­ma. A in­dús­tria ar­ma­men­tis­ta não é só em­pre­ga­do­ra e ge­ra­do­ra de ren­da, ho­je, no país; é qua­se uma re­li­gião, pro­te­gi­da pe­la ig­no­rân­cia das pes­so­as em pen­sar que ter uma ar­ma é sinô­ni­mo de es­tar se­gu­ro. (Ati­ra­dor era ti­do co­mo ‘gê­nio, tí­mi­do e cal­mo’Ge­ral, pág. A11, 16/12)

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.