PM im­pe­de ho­mi­cí­dio e pren­de trio ar­ma­do

Ar­ma­dos com um re­vól­ver ca­li­bre .44, três jo­vens re­si­den­tes em Ara­pon­gas, vi­e­ram a Ma­rin­gá pa­ra matar me­ni­na de 14 anos; ví­ti­ma es­ca­pa e aci­o­na a Po­lí­cia Mi­li­tar que pren­deu o trio

O Diario do Norte do Parana - - GERAL - Ro­ber­to Sil­va

rsil­va@odi­a­rio.com Três ho­mens re­si­den­tes em Ara­pon­gas (a 67 quilô­me­tros de Ma­rin­gá) fo­ram pre­sos na noi­te de do­min­go, após in­va­di­rem uma re­si­dên­cia lo­ca­li­za­da na Vi­la San­ta Iza­bel, em Ma­rin­gá, pa­ra matar uma ado­les­cen­te de 14 anos, que te­ria fur­ta­do di­nhei­ro de um tra­fi­can­te. A ga­ro­ta con­se­guiu es­ca­par, mas o ma­ri­do da tia de­la qua­se foi exe­cu­ta­do pe­los mar­gi­nais. “Eles dis­se­ram que le­va­ri­am a mi­nha ca­be­ça co­mo prê­mio”, con­tou o ho­mem.

O fa­to ocor­reu por vol­ta das 20h20, depois de Cley­ton Jonny do Nas­ci­men­to, 23 anos; Mi­cha­el Da­vid Vi­to­ri­no do Prado, 25, e Wel­ling­ton Ro­dri­go Pe­rei­ra do Nas­ci­men­to, 21, in­va­di­rem uma re­si­dên­cia lo­ca­li­za­da na Rua Antônio Francisco Bran­co, na Vi­la San­ta Iza­bel, e ren­de­rem os mo­ra­do­res. Ar­ma­do com um re­vól­ver .44, o trio exi­gia que o azu­le­jis­ta Pau­lo de Sou­za Ri­bei­ro, 45, re­ve­las­se o pa­ra­dei­ro da so­bri­nha da es­po­sa de­le, uma ga­ro­ta de 14 anos, tam­bém re­si­den­te em Ara­pon­gas.

Depois de ve­ri­fi­ca­rem que a ado­les­cen­te não es­ta­va na ca­sa, os in­va­so­res le­va­ram Ri­bei­ro pa­ra uma ma­ta e avi­sa­ram que iri­am ma­tá-lo. “Va­mos ar­ran­car a sua ca­be­ça e le­vá-la co­mo prê­mio”, dis­se­ram. No en­tan­to, o trio abor­tou o pla­no ao no­tar a che­ga­da de uma equi­pe da Po­lí­cia Mi­li­tar na re­si­dên­cia. O azu­le­jis­ta apro­vei­tou pa­ra es­ca­par e se es­con­der na ca­sa de um vi­zi­nho. Os acu­sa­dos fo­ram pre­sos em se­gui­da, na fren­te de uma chá­ca­ra.

A me­ni­na que se­ria mor­ta con­tou que mo­ra­va em uma ca­sa, em Ara­pon­gas, jun­to com um gru­po de tra­fi­can­tes, além de ou­tra ga­ro­ta iden­ti­fi­ca­da co­mo Ste­fanny, na­mo­ra­da de Mi­cha­el Vi­to­ri­no. Se­gun­do a ado­les­cen­te, na se­ma­na pas­sa­da, Mi­cha­el te­ria agre­di­do Ste­fanny e tam­bém a ata­ca­do, depois de en­con­trar as du­as con­ver­san­do em voz bai­xa em um dos quar­tos da ca­sa.

Re­vol­ta­das com as agres­sões, as jo­vens pla­ne­ja­ram fu­gir e, pa­ra is­so, Ste­fanny aca­bou fur- “Os mar­gi­nais co­lo­ca­ram a ar­ma na mi­nha ca­be­ça e dis­se­ram que le­va­ri­am a mi­nha ca­be­ça co­mo prê­mio” tando R$ 400 que Mi­chel ha­via ob­ti­do com a ven­da de dro­gas. O pla­no era vir a Ma­rin­gá e, da­qui, em­bar­car pa­ra ou­tra ci­da­de. No en­tan­to, se­gun­do ela, Ste­fanny re­sol­veu li­gar pa­ra o amá­sio e de­sis­tiu da fu­ga, depois de Mi­cha­el aler­tá-la de que ma­ta­ria a sua fi­lha. “Ele che­gou a co­lo­car a cri­an­ça pa­ra fa­lar com a mãe no te­le­fo­ne”, dis­se a me­ni­na.

Le­va­dos à 9ª Sub­di­vi­são Po­li­ci­al (SDP), o trio ne­gou as acu­sa­ções e dis­se que “foi con­vi­da­do a en­trar na ca­sa pa­ra pro­cu­rar a ado­les­cen­te”. Eles tam­bém ne­ga­ram a pos­se da ar­ma apre­en­di­da bem co­mo a de­nún­cia de que atu­a­ri­am no trá­fi­co de dro­gas.

A Po­lí­cia Ci­vil con­fir­mou que Mi­cha­el já foi pre­so por agre­dir uma mu­lher. Clei­ton já foi pre­so por trá­fi­co e rou­bo, en­quan­to Wel­ling­ton es­te­ve pre­so por trá­fi­co e desacato à au­to­ri­da­de.

João Cláudio Fra­go­so

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.