MP pe­de pri­são de oi­to mé­di­cos do SUS

O Diario do Norte do Parana - - GERAL - Chi­co Si­quei­ra

O Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Fe­de­ral pe­diu a pri­são pre­ven­ti­va de oi­to mé­di­cos cre­den­ci­a­dos do Sis­te­ma Úni­co de Saú­de (SUS) por co­brar de R$ 1 mil a R$ 1,5 mil das pa­ci­en­tes pa­ra fa­zer par­tos, in­cluin­do ce­sa­ri­a­nas, la­que­a­du­ras e ou­tros pro­ce­di­men­tos ban­ca­dos pe­la União. Além de co­brar dos pa­ci­en­tes por ci­rur­gi­as, co­ber­tas pe­lo SUS, al­guns mé­di­cos ain­da co­bra­vam pe­lo pro­ce­di­men­to do pró­prio SUS, usan­do gui­as fal­sas. Al­guns des­ses pro­fis­si­o­nais são acu­sa­dos em ou­tras de­nún­ci­as pe­la mor­te de dois be­bês por su­pos­ta fal­ta de aten­di­men­to ade­qua­do.

O pe­di­do de pri­são é do pro­cu­ra­dor da República em Ja­les, in­te­ri­or pau­lis­ta, Thi­a­go Lacerda No­bre. Ele ale­ga que a me­di­da é pa­ra im­pe­dir que os mé­di­cos pra­ti­quem no­vos cri­mes e, ao mes­mo tem­po, ga­ran­tir se­gu­ran­ça à po­pu­la­ção.

Se­gun­do Lacerda, em mui­tos ca­sos, os mé­di­cos che­ga­vam a ame­a­çar as fa­mí­li­as pa­ra que fi­zes­sem o pa­ga­men­to. Al­guns par­tos fo­ram re­tar­da­dos, o que pro­vo­cou com­pli­ca­ções sé­ri­as pa­ra as pa­ci­en­tes. Em um de­les, um be­bê te­ve per­da de oxi­ge­na­ção e nas­ceu com se­que­las. Em ou­tros, be­bês mor­re­ram an­tes de nas­cer. “Ti­ve­mos du­as mor­tes con­fir­ma­das, on­de os be­bês mor­re­ram por cau­sa da atu­a­ção dos mé­di­cos”, dis­se. A mai­o­ria das pa­ci­en­tes era de fa­mí­li­as sim­ples, sem mui­tos re­cur­sos fi­nan­cei­ros. “Es­sa con­du­ta ab­je­ta ado­ta­da por al­guns mé­di­cos ocor­re há anos e em di­ver­sos lo­cais on­de atu­am. É im­pos­sí­vel men­su­rar por com­ple­to o da­no que cau­sa­ram a pa­ci­en­tes e à so­ci­e­da­de”, diz o pro­cu­ra­dor.

De acor­do com No­bre, os acu­sa­dos tam­bém re­a­li­za­ram pro­ce­di­men­tos de es­te­ri­li­za­ção fe­mi­ni­na (la­que­a­du­ra das trom­pas) sem ob­ser­vân­cia dos pa­râ­me­tros le­gais, o que é cri­me. “Eles não res­pei­ta­vam os cri­té­ri­os pa­ra sub­me­ter a pa­ci­en­te à la­que­a­du­ra, co­mo ida­de e tes­tes psi­co­ló­gi­cos, por exem­plo”, des­ta­ca.

Se­gun­do Lacerda, se a Jus­ti­ça não con­ce­der a pri­são ele de­ve­rá to­mar ou­tras me­di­das, en­tre elas, o afas­ta­men­to dos mé­di­cos das fun­ções clí­ni­cas. To­dos os mé­di­cos fo­ram de­nun­ci­a­dos por con­cus­são e al­guns por es­te­li­o­na­to qua­li­fi­ca­do e fal­si­da­de ide­o­ló­gi­ca.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.