Pa­ra o Me­ni­no Je­sus

EN­TÃO É NA­TAL Arau­tos do Evan­ge­lho pas­sa­rão o do­min­go to­can­do; apre­sen­ta­ções acon­te­cem no Mer­ca­dão, na se­de do gru­po e no Shop­ping Ave­ni­da Cen­ter

O Diario do Norte do Parana - - O DIÁRIO DO NORTE DO PARANÁ - Ariá­diny Ri­nal­di

ari­a­diny@odi­a­rio.com A mú­si­ca que en­tra pe­las ja­ne­las das ca­sas atra­ves­sa as por­tas dos co­mér­ci­os e os por­tões das ins­ti­tui­ções e acal­ma a agi­ta­ção ro­ti­nei­ra de de­zem­bro. Os olha­res e os ou­vi­dos se vol­tam pa­ra o gru­po de ra­pa­zes que, em meio à de­sor­dem do trân­si­to, ten­ta pas­sar uma men­sa­gem de ca­ris­ma e es­pi­ri­tu­a­li­da­de. Pa­ra pro­mo­ver a evan­ge­li­za­ção, os Arau­tos do Evan­ge­lho es­tão re­a­li­zan­do di­ver­sas apre­sen­ta­ções mu­si­cais pe­la ci­da­de. Nes­te do­min­go, a ban­da, for­ma­da por 20 jo­vens en­tre 18 e 22 anos, es­ta­rá es­pa­lhan­do mú­si­ca na­ta­li­na, sa­cra, gre­go­ri­a­na e po­lifô­ni­ca no Mer­ca­dão Mu­ni­ci­pal, na se­de da as­so­ci­a­ção e no Shop­ping Ave­ni­da Cen­ter.

O prin­ci­pal ob­je­ti­vo, se­gun­do Adil­son Cos­ta, co­or­de­na­dor dos Arau­tos em Ma­rin­gá, é fa­zer com que as pes­so­as se lem­brem que o Na­tal é ce­le­bra­ção da vin­da no Me­ni­no Je­sus. “A mú­si­ca é uma lin­gua­gem aces­sí­vel a to­dos e con­se­gue abrir o co­ra­ção das pes­so- as pa­ra es­sa men­sa­gem de paz, ale­gria e har­mo­nia.”

Pa­ra os Arau­tos, a ar­te é um ex­ce­len­te ins­tru­men­to que dis­se­mi­na a fé. Ed­val­do San­tin, re­gen­te da ban­da, con­ta que a re­a­ção do pú­bli­co depois das apre­sen­ta­ções é de en­can­to e ad­mi­ra­ção. “É di­fí­cil en­con­trar al­guém que não gos­te de mú­si­ca. Nos­so tra­ba­lho des­per­ta sim­pa­tia até mes­mo em qu­em não é re­li­gi­o­so.”

As apre­sen­ta­ções mu­si­cais são ape­nas uma par­te do tra­ba­lho dos Arau­tos. Por meio da ini­ci­a­ti­va do pro­je­to “Fu­tu­ro e Vi­da”, eles ofe­re­cem aos alu­nos da re­de pú­bli­ca de en­si­no ofi­ci­nas de ar­tes cê­ni­cas, te­o­ria mu­si­cal e au­las de ka­ra­tê, de for­ma gra­tui­ta, to­dos os fins de se­ma­na, na se­de da as­so­ci­a­ção. Cos­ta diz que es­sas ati­vi­da­des res­ga­tam os

His­tó­ria

va­lo­res cul­tu­rais. “Des­per­tam no jo­vem o sen­so crí­ti­co e au­men­ta a au­to­con­fi­an­ça e a cri­a­ti­vi­da­de.”

Na ci­da­de, a ca­sa dos Arau­tos fi­ca na Zo­na 7, pró­xi­mo à igre­ja Di­vi­no Es­pí­ri­to San­to, pa­ró­quia de apoio à as­so­ci­a­ção. O lo­cal é fre­quen­ta­do por ca­tó­li­cos, que se reú­nem pa­ra ora­ções, es­tu­dos e ca­ri­da­de. A as­so­ci­a­ção é man­ti­da por do­a­ções de sim­pa­ti­zan­tes de to­do o mun­do. Os Arau­tos do Evan­ge­lho é uma as­so­ci­a­ção in­ter­na­ci­o­nal de Di­rei­to Pon­ti­fí­cio que nas­ceu no Bra­sil na dé­ca­da de 90 pa­ra au­xi­li­ar os jo­vens a en­con­trar na fé a ple­ni­tu­de da vi­da cris­tã. For­ma­da por lei­gos e re­li­gi­o­sos, ho­je es­tá pre­sen­te em mais de 70 paí­ses. Os se­gui­do­res vi­vem em co­mu­ni­da­de se­pa­ra­das por se­xo e se­guem uma ro­ti­na dis­ci­pli­nar com ati­vi­da­des vol­ta­das à re­li­gião, cul­tu­ra e es­por­te.

Na ves­ti­men­ta que uti­li­zam es­tão con­ti­dos os três prin­ci­pais sím­bo­los dos Arau­tos. Por ci­ma da tú­ni­ca bran­ca, no es­ca­pu­lá­rio mar­rom es­tá a Cruz de San­ti­a­go em ver­me­lho e bran­co con­tor­na­da de dou­ra­do. A cor ver­me- lha sim­bo­li­za o amor; o bran­co, a pu­re­za e o dou­ra­do, a no­bre­za do ide­al. Ama­ra­do à cin­tu­ra, uma cor­ren­te de fer­ro re­pre­sen­ta a for­tís­si­ma li­ga­ção de ca­da arau­to com a Maria San­tís­si­ma. Pen­den­te des­ta cor­ren­te, es­tá o ro­sá­rio que con­ce­be a ora­ção diá­ria.

Em­bo­ra a mai­o­ria não pro­fes­se os vo­tos e per­ma­ne­ça no es­ta­do lei­go, os Arau­tos pra­ti­cam o ce­li­ba­to e se de­di­cam ao apos­to­la­do. O co­or­de­na­dor ex­pli­ca que ser arau­to é “ser anun­ci­a­dor e pro­cla­ma­dor da men­sa­gem de Cris­to, não só por meio da pa­la­vra, mas tam­bém pe­lo exem­plo.”

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.