In­dús­tria gas­ta R$ 7,5 bi pa­ra ban­car ser­vi­ços pú­bli­cos

O Diario do Norte do Parana - - ECO­NO­MIA -

tra­ta­ção de cré­di­to imo­bi­liá­rio sem cir­cu­la­ção de pa­pel - o cha­ma­do Pro­ces­so Ze­ro Pa­pel - se­rá ou­tro pas­so im­por­tan­te, re­sul­tan­do em mais agi­li­da­de na re­a­li­za­ção das ope­ra­ções de cré­di- to imo­bi­liá­rio, gran­de co­mo­di­da­de pa­ra os cli­en­tes e re­du­ção de cus­tos.

A cri­a­ção da em­pre­sa pro­ces­sa­do­ra de cré­di­to imo­bi­liá­rio foi anun­ci­a­da pe­lo ban­co em agos- to de 2012. A no­va em­pre­sa tem co­mo aci­o­nis­tas a IBM, a Fun­da­ção dos Eco­no­miá­ri­os Fe­de­rais (Fun­cef) e a Cai­xa Par­ti­ci­pa­ções (Cai­xa­par), bra­ço de in­ves­ti­men­tos da Cai­xa. Além de ar­car com o pe­so ex­ces­si­vo da car­ga tri­bu­tá­ria so­bre os cus­tos, a in­dús­tria se vê obri­ga­da a de­sem­bol­sar R$ 7,5 bi­lhões por ano pa­ra ban­car ser­vi­ços de saú­de, pre­vi­dên­cia e as­sis­tên­cia aos fun­ci­o­ná­ri­os, cu­ja atri­bui­ção é do Es­ta­do. O cus­to des­ses ser­vi­ços, se­gun­do pes­qui­sa da Fe­de­ra­ção das In­dús­tri­as do Es­ta­do de São Pau­lo (Fi­esp), ele­va em 0,96% os pre­ços do se­tor, pre­ju­di­can­do tan­to o con­su­mi­dor quan­to o pro­du­to bra­si­lei­ro, que per­de es­pa­ço pa­ra a con­cor­rên­cia in­ter­na­ci­o­nal. So­men­te com pla­nos de saú­de, a in­dús­tria de trans­for­ma­ção gas­ta R$ 6,44 bi­lhões anu­ais, o equi­va­len­te a 0,38% do fa­tu­ra­men­to do se­tor. Os ser­vi­ços ofe­re­ci­dos pe­las em­pre­sas tam­bém con­tem­plam pla­nos odon­to­ló­gi­cos, sub­sí­di­os pa­ra aqui­si­ção de me­di­ca­men­tos e ser­vi­ços di­ver­sos pa­ra pre­ven­ção de do­en­ças, o que re­pre­sen­ta ônus de R$ 647 mi­lhões por ano.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.