Be­to Richa tem 70% de apro­va­ção, re­ve­la pes­qui­sa

O Diario do Norte do Parana - - GERAL - Da Re­da­ção

re­da­cao@odi­a­rio.com O instituto Pa­ra­ná Pes­qui­sas re­ve­lou que o go­ver­no de Be­to Richa (PSDB) é apro­va­do por 69,57% da po­pu­la­ção pa­ra­na­en­se. Pa­ra 45% dos en­tre­vis­ta­dos, Richa faz um go­ver­no me­lhor que o an­te­ces­sor Ro­ber­to Re­quião (PMDB). A pes­qui­sa, re­a­li­za­da en­tre 11 e 15 de de­zem­bro, ou­viu 1.640 pes­so­as de 68 ci­da­des, lo­ca­li­za­das em to­das as re­giões do Pa­ra­ná.

En­tre as prin­ci­pais áre­as de atu­a­ção do go­ver­no, as mais des­ta­ca­das pe­la po­pu­la­ção são: Se­gu­ran­ça (9,4%), Saú­de (6,1%), ro­do­vi­as (5,1%), Edu­ca­ção (4,6%), Li­nha Ver­de (2,4%), pa­vi­men­ta­ção (2,3%), mo­ra­dia (1,6%), trân­si­to (1,3%) e ou­tras citações (11%).

Na Se­gu­ran­ça, a ins­ta­la­ção de dez uni­da­des Pa­ra­ná Se­gu­ro (UPS) em Cu­ri­ti­ba, uma em Cas­ca­vel e ou­tra em Lon­dri­na re­fle­tem a re­per­cus­são jun­to à co­mu­ni­da­de. No pri­mei­ro se­mes­tre de 2013, Cas­ca­vel e Lon­dri­na e Foz do Igua­çu, de­ve­rão re­ce­ber no­vas uni­da­des.

Os in­ves­ti­men­tos no Pro­gra­ma Pa­ra­ná Se­gu­ro su­pe­ram R$ 1,2 bi­lhão e pre­vêem ain­da em 2013 a con­tra­ta­ção de 5,2 mil po­li­ci­ais, a com­pra de vi­a­tu­ras, ar­ma­men­tos, equi­pa­men­tos, he­li­cóp­te­ros, ins­ta­la­ção de mó­du­los po­li­ci­ais, no­vos ba­ta­lhões e de­le­ga­ci­as da Po­lí­cia Ci­vil. Pa­ra a Se­gu­ran­ça, o or­ça­men­to de 2013, te­ve um au­men­to de 37,7%.

Obras

Pa­ra 2013, Richa dis­se que os in­ves­ti­men­tos es­ta­du­ais vão ocor­rer em ou­tras áre­as co­mo a Saú­de, a Edu­ca­ção e obras em to­das as ci­da­des pa­ra­na­en­ses. “O Proin­fra vai in­ves­tir R$ 12,5 bi­lhões em ro­do­vi­as, por­tos, ener­gia, sa­ne­a­men­to, ha­bi­ta­ção, es­co­las, pos­tos de saú­de e de­le­ga­ci­as. A Sa­ne­par vai in­ves­tir mais de R$ 1 bi­lhão, a Co­pel R$ 2 bi­lhões e as ci­da­des com até 50 mil ha­bi­tan­tes te­rão R$ 1,1 bi­lhão pa­ra obras”, des­ta­cou.

Na Saú­de, o go­ver­na­dor ci­tou o Pro­gra­ma Mãe Pa­ra­na­en­se e o for­ta­le­ci­men­to das ações e pro­gra­mas do Sis­te­ma Úni­co de Saú­de (SUS), em to­das as ci­da­des pa­ra­na­en­ses. “O Mãe Pa­ra­na­en­se, cri­a­mos em Cu­ri­ti­ba e ser­ve de re­fe­rên­cia em to­do o País e até na Ásia e na Áfri­ca”, afir­mou.

A aten­ção es­pe­ci­al à Saú­de e à Se­gu­ran­ça é sin­to­má­ti­ca, por­que são as du­as áre­as apon­ta­das pe­los pa­ra­na­en­ses - 41,8% e 29,8%, res­pec­ti­va­men­te - co­mo os prin­ci­pais pro­ble­mas do Es­ta­do, se­gui­dos de Edu­ca­ção (6,5%), de­sem­pre­go (2,9%), dro­gas (2,9%), cor­rup­ção (2,6%).

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.