Romances são armas pa­ra ‘Gu­er­ra do Se­xo’

O Diario do Norte do Parana - - O DIÁRIO DO NORTE DO PARANÁ -

Os gru­pos de dis­cus­são de “Gu­er­ra dos Se­xos”, re­a­li­za­dos re­cen­te­men­te em São Pau­lo, apre­sen­ta­ram re­sul­ta­dos bem in­te­res­san­tes nas clas­ses A e B, com a sua apro­va­ção em pra­ti­ca­men­te to­dos os as­pec­tos. Po­rém, foi cons­ta­ta­da uma fal­ta de iden­ti­fi­ca­ção e en­ten­di­men­to da co­mé­dia em par­te da clas­se C, prin­ci­pal­men­te com as se­nho­ras mais ido­sas. Es­pe­ci­al­men­te jun­to a es­te pú­bli­co, cons­ta­tou-se cer­ta di­fi­cul­da­de em en­ten­der co­mo co­mé­dia de­ter­mi­na­dos nú­cle­os da no­ve­la, co­mo tam­bém che­gam a ser con­si­de­ra­dos ab­sur­dos al­guns dos seus per­so­na­gens. Le­vam a sé­rio as bri­gas en­tre Charlô (Ire­ne Ra­va­che) e Otá­vio (Tony Ra­mos), e não se di­ver­tem. Ba­si­ca­men­te, são es­sas as ob­ser­va­ções. De qual­quer for­ma, sa­be-se que não há mui­to que fa­zer, uma vez que o au­tor Sil­vio de Abreu não pre­ten­de mu­dar o seu fo­co. A in­ten­ção é con­ti­nu­ar den­tro do pla­ne­ja­men­to es­ta­be­le­ci­do. Mas, depois do ca­pí­tu­lo 50, co­mo acon­te­ceu no ori­gi­nal de 1983, “Gu­er­ra dos Se­xos” pas­sou a va­lo­ri­zar mais as his­tó­ri­as ro­mân­ti­cas e me­lo­dra­má­ti­cas. Acre­di­ta- se que, a par­tir dis­so, es­sa abor­da­gem irá se trans­for­mar num cha­ma­riz im­por­tan­te pa­ra a clas­se C.

Már­ci­a­ma­mãe

Vi­tó­ria e Yan­ne, fi­lhas da Márcia Golds­ch­midt, com­ple­ta­ram dois me­ses de vi­da no úl­ti­mo dia 20. A apre­sen­ta­do­ra fez se­gre­do do nas­ci­men­to das me­ni­nas, por­que re­sol­veu cur­tir in­tei­ra­men­te es­te no­vo mo­men­to da sua vi­da. Márcia, que atu­al­men­te mo­ra em Por­tu­gal, pre­ten­de vol­tar ao Bra­sil na se­gun­da me­ta­de de 2013 e re­to­mar a sua car­rei­ra na TV.

NasBaha­mas

Adri­a­ne Ga­lis­teu es­tá em fé­ri­as com a fa­mí­lia nas Baha­mas. Lá, com mui­to sol, praia e rock and roll, vai es­pe­rar a che­ga­da do Ano No­vo. E uma coi­sa: não pro­ce­dem as no­tí­ci­as de uma no­va gra­vi­dez. Es­te de­se­jo até exis­te, mas na­da foi en­co­men­da­do até ago­ra.

Lá­co­mo­a­qui

“Ave­ni­da Bra­sil” tam­bém es­tá es­tou­ran­do em Por­tu­gal. É um gran­de su­ces­so. Não ra­ra­men­te, a no­ve­la es­cri­ta por João Emanuel Car­nei­ro, na SIC, é a que tem al­can­ça­do a mai­or par­ti­ci­pa­ção de au­di­ên­cia no seu ho­rá­rio de apre­sen­ta­ção.

TV Glo­bo/alex Car­va­lho

Mui­ta gen­te cri­ti­cou Gló­ria Perez quan­do apos­tou em Nan­da Cos­ta co­mo pro­ta­go­nis­ta de “Salve Jorge”. Acha­ram que ela era ver­de de­mais. O de­sen­ro­lar do tra­ba­lho só veio a re­ve­lar que a au­to­ra es­ta­va ab­so­lu­ta­men­te cer­ta. Nan­da, em to­das as su­as ce­nas, tem de­mons­tra­do que é uma atriz pron­ta

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.