Saú­de con­ta­bi­li­za gran­des avan­ços

Ain­da há mui­tos de­sa­fi­os pe­la fren­te, mas as con­quis­tas de­vem ser co­me­mo­ra­das, en­tre elas o pro­je­to de me­di­ci­na pre­ven­ti­va

O Diario do Norte do Parana - - O DIÁRIO DO NORTE DO PARANÁ - Tar­ci­la Fran­ça

A saú­de em San­to Iná­cio me­lho­rou, e mui­to. Na agen­da, obras de am­pli­a­ção, ca­pa­ci­ta­ção pro­fis­si­o­nal e pro­je­to de me­di­ci­na pre­ven­ti­va que con­tem­plam a po­pu­la­ção de vá­ri­as fai­xas etá­ri­as. A Uni­da­de Bá­si­ca de Saú­de (UBS) se­gue em obras pa­ra me­lhor aten­der os mo­ra­do­res. Es­tão sen­do cons­truí­dos mais três con­sul­tó­ri­os mé­di­cos e um ves­tiá­rio. A uni­da­de aten­de dois con­vê­ni­os: o Con­sór­cio Pú­bli­co In­ter­mu­ni­ci­pal de Saú­de do Se­ten­trião Pa­ra­na­en­se (Ci­sa­mu­sep) e o Con­sór­cio In­ter­mu­ni­ci­pal de Saú­de do Va­le do Pa­ra­na­pa­ne­ma (Cis­vap). Em mé­dia, são re­a­li­za­dos em tor­no de 200 a 280 con­sul­tas por se­ma­na de acor­do com as in­for­ma­ções da en­fer­mei­ra Ana Eli­sa Le­mes Fi­o­ra­ni. Em San­to Iná­cio há um pe­di­a­tra, dois clí­ni­cos ge­rais e um neu­ro­pe­di­a­tra pa­ra aten­di­men­tos de mé­dia com­ple­xi­da­de. A in­ten­ção é am­pli­ar o aten­di­men­to com a con­tra­ta­ção de mais pro­fis­si­o­nais e me­lho­rar a pres­ta­ção de ser­vi­ço à co­mu­ni­da­de. O aten­di­men­to é das 7 às 17 ho­ras. Após es­te ho­rá­rio, em ca­so de emer­gên­cia, o mu­ni­cí­pio dis­po­ni­bi­li­za trans­por­te gra­tui­to pa­ra ou­tras ci­da­des. Além dis­so, pre­o­cu­pa­da com o be­mes­tar dos mo­ra­do­res e di­an­te das pers­pec­ti­vas de en­ve­lhe­ci­men­to da po­pu­la­ção, a ad­mi­nis­tra­ção de­sen­vol­ve ações de pro­mo­ção e pre­ven­ção, atra­vés do Pro­gra­ma de Saú­de da Fa­mí­lia (PSF) que re­a­li­za reu­nião men­sal com en­fo­que a te­mas va­ri­a­dos, co­mo pre­ven­ção à hi­per­ten­são. A equi­pe mul­ti­pro­fis­si­o­nal do PSF é com­pos­ta por mé­di­co, en­fer­mei­ro, téc­ni­co de en­fer­ma­gem e oi­to agen­tes de saú­de. Com a re­for­ma e am­pli­a­ção dos ser­vi­ços de saú­de do mu­ni­cí­pio, haverá um lei­to de ob­ser­va­ção pa­ra os pa­ci­en­tes dos gê­ne­ros mas­cu­li­no e fe­mi­ni­no, um abri­go pa­ra am­bu­lân­cia, além do aten­di­men­to de ur­gên­cia e emer­gên­cia.

Pa­ra o pre­fei­to João Venceslau, a po­pu­la­ção tem apro­va­do os in­ves­ti­men­tos e pro­je­tos de­sen­vol­vi­dos na área. Os avan­ços de­vem con­ti­nu­ar, já que o atu­al se­cre­tá­rio de Saú­de,Val­dir Antônio Tur­ca­to, foi elei­to o pre­fei­to da ci­da­de por qua­se 70% dos mo­ra­do­res – lem­bra Santos. Há mui­tos de­sa­fi­os ain­da a se­rem su­pe­ra­dos, mas há vá­ri­as con­quis­tas que de­vem ser co­me­mo­ra­das, en­tre elas o pro­je­to da ter­cei­ra ida­de. Fi­nan­ci­a­do pe­lo go­ver­no fe­de­ral por dois anos, é exem­plo de ini­ci­a­ti­va que che­gou pa­ra fi­car. A equi­pe é com­pos­ta por um en­fer­mei­ro, um edu­ca­dor fí­si­co e uma nu­tri­ci­o­nis­ta. Os en­con­tros são re­a­li­za­dos três ve­zes por se­ma­na na pra­ça prin­ci­pal, on­de há uma Aca­de­mia da Ter­cei­ra Ida­de (ATI). Nas reu­niões men­sais, um pro­fis­si­o­nal re­a­li­za tes­tes de gli­ce­mia, au­fe­re a pres­são e no fi­nal, uma me­sa com ca­fé da ma­nhã e uma pa­les­tra edu­ca­ti­va fe­cham a pro­gra­ma­ção. Além dis­so, as ges­tan­tes par­ti­ci­pam de en­con­tros men­sais, pa­ra­le­lo ao pré-na­tal. Há ações edu­ca­ti­vas cons­tan­tes nas es­co­las por meio de pa­les­tras, tan­to pa­ra pre­ve­nir do­en­ças en­dê­mi­cas quan­to pa­ra ou­tras en­fer­mi­da­des. O tra­ba­lho é re­a­li­za­do em par­ce­ria com a Vi­gi­lân­cia Sa­ni­tá­ria. Ao pri­o­ri­zar as ações pre­ven­ti­vas, a ad­mi­nis­tra­ção tam­bém de­mo­cra­ti­za as in­for­ma­ções, ga­ran­tin­do a ver­da­dei­ra pro­mo­ção da saú­de da po­pu­la­ção.

Um dos pro­je­tos de pro­mo­ção à saú­de en­vol­ve o pú­bli­co da ter­cei­ra ida­de

A UBS re­ce­be ade­qua­ções ao es­pa­ço fí­si­co pa­ra me­lhor aten­der a po­pu­la­ção

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.