Go­ver­no apli­ca mul­ta por fa­lhas no Mi­nei­rão Di­ri­gen­te do Mi­lan exal­ta Ba­lo­tel­li após es­treia com 2 gols

O Diario do Norte do Parana - - ESPORTES -

O go­ver­no de Mi­nas Ge­rais foi rá­pi­do pa­ra ten­tar im­pe­dir que os pro­ble­mas es­tru­tu­rais vis­tos no clás­si­co des­te do­min­go, en­tre Atlé­ti­co Mi­nei­ro e Cru­zei­ro, se re­pi­tam no Mi­nei­rão. Em en­tre­vis­ta co­le­ti­va nes­ta se­gun­da-fei­ra, o go­ver­na­dor An­to­nio Anas­ta­sia di­vul­gou que a Mi­nas Are­na, em­pre­sa res­pon­sá­vel pe­la ad­mi­nis­tra­ção do es­tá­dio depois da re­for­ma, já foi mul­ta­da em R$ 1 mi­lhão. An­tes, Anas­ta­sia par­ti­ci­pou de uma reu­nião com o se­cre­tá­rio ex­tra­or­di­ná­rio da Co­pa do Mun­do em Mi­nas Ge­rais (Se­co­paMG), Ti­a­go Lacerda, e o pre­si­den­te da Mi­nas Are­na, Ricardo Bar­ra. Ali, os três dis­cu­ti­ram os pro­ble­mas vis­tos na aber­tu­ra e a for­ma co­mo se­rão cor­ri­gi­dos. “Con­se­gui­mos iden­ti­fi­car al­gu­mas fa­lhas que são nor­mais. Ques­tão de aces­so, es­ta­ci­o­na­men­to, são fa­lhas pas­sí­veis de se­rem cor­ri­gi­das. Mas ti­ve­mos fa­lhas gra­ves, em re­la­ção aos ba­res, fal­ta de água”, dis­se Ti­a­go Lacerda. O Mi­nei­rão fi­cou dois anos e se­te me­ses fe­cha­do pa­ra as re­for­mas ne­ces­sá­ri­as, mas, na rei­nau­gu­ra­ção do es­tá­dio, tor­ce­do­res en­con­tra­ram ba­nhei­ros su­jos e sem água, não ti­ve­ram co­mo com­prar be­bi­das ou ali­men­tos por­que os pou­cos ba­res que abri­ram fun­ci­o­na­ram de for­ma pre­cá­ria e fe­cha­ram an­tes do in­ter­va­lo do jo­go e hou­ve atra­so na aber­tu­ra do es­ta­ci­o­na­men­to. O ata­can­te Ma­rio Ba­lo­tel­li ga­nhou elo­gi­os depois de mar­car o seu re­tor­no ao fu­te­bol ita­li­a­no com dois gols fei­tos na sua par­ti­da de es­treia pe­lo Mi­lan. O jo­ga­dor de­fi­niu a vi­tó­ria por 2 a 1 so­bre a Udi­ne­se no úl­ti­mo do­min­go, em par­ti­da vá­li­da pe­la 23ª ro­da­da do Cam­pe­o­na­to Ita­li­a­no no úl­ti­mo do­min­go. “Su­per, su­per, su­per, é re­al­men­te fan­tás­ti­co”, dis­se Adri­a­no Gal­li­a­ni, vi­ce-pre­si­den­te do Mi­lan. “Ele po­de­ria ter mar­ca­do depois de ape­nas 35 se­gun­dos, o que se­ria mui­to gran­de, mas ain­da as­sim é mui­to bom”, com­ple­tou o di­ri­gen­te so­bre Ba­lo­tel­li.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.