TO­TAL 68,6 mi­lhões

O Diario do Norte do Parana - - ZOOM -

de pre­ser­va­ti­vos es­tão dis­po­ní­veis pa­ra dis­tri­bui­ção no Car­na­val em to­do o País gue e o re­sul­ta­do fi­ca pron­to em 15 mi­nu­tos.

“O ob­je­ti­vo do tes­te é fa­zer o di­ag­nós­ti­co pre­co­ce por­que quan­to mais tar­de o pa­ci­en­te des­co­bre que o tem o ví­rus HIV, mai­or é o ris­co de de­sen­vol­ver a aids”, aler­ta a en­fer­mei­ra Eliane Bi­a­zon, co­or­de­na­do­ra do pro­gra­ma mu­ni­ci­pal DST/Aids.

“Uma vez sa­ben­do que tem o ví­rus, o pa­ci­en­te pas­sa a se cui­dar e ter qua­li­da­de de vi­da.” Na cam­pa­nha de car­na­val do ano pas­sa­do, fo­ram fei­to 65 tes­tes rá­pi­dos, dois quais três ti­ve­ram re­sul­ta­dos po­si­ti­vos pa­ra o HIV.

No pró­xi­mo sá­ba­do, a equi­pe do Am­bu­la­tó­rio DST/Aids es­ta­rá em ba­res e bai­les de Car­na­val pa­ra ori­en­tar so­bre pre­ven­ção o pú­bli­co e dis­tri­buin­do ma­te­ri­al in­for­ma­ti­vo. A blitz ocor­re a par­tir das 21h.

“O Car­na­val é uma fes­ta te­má­ti­ca im­por­tan­te em que a vul­ne­ra­bi­li­da­de de ad­qui­rir DST é al­ta.” Ao lon­go des­ta se­ma­na e do fe­ri­a­do de Car­na­val, os pos­tos de saú­de te­rão aten­di­men­to es­pe­ci­al, com ori­en­ta­ções so­bre a do­en­ça nas sa­las de es­pe­ra e vi­si­tas a em­pre­sas da ci­da­de.

De acor­do com Eliane, o fo­co da cam­pa­nha se­rá o pú­bli­co ado­les­cen­te e ho­mos­se­xu­al. Ape­sar de o mai­or nú­me­ro de in­fec­ta­dos ser he­te­ros­se­xu­al, os di­ag­nós­ti­cos en­tre os ho­mos­se­xu­ais vol­ta­ram a cres­cer no mu­ni­cí­pio. “Va­mos re­for­çar a ne­ces­si­da­de de pre­ven­ção e do uso do pre­ser­va­ti­vo e aler­tar que as pes­so­as po­dem se di­ver­tir, mas sem cor­rer ris­cos des­ne­ces­sá­ri­os.”

Em tra­ta­men­to

Re­la­tó­ri­os mos­tram que 1.912 pa­ci­en­tes da área da 15ª Re- gi­o­nal de Saú­de – são 30 mu­ni­cí­pi­os, in­cluin­do Ma­rin­gá – es­tão em acom­pa­nha­men­to no Am­bu­la­tó­rio DST/Aids de Ma­rin­gá. Des­se to­tal, 47% têm en­tre 35 e 49 anos. A fai­xa etá­ria dos 20 aos 34 anos cor­res­pon­de a 25%; e a dos 50 aos 60 anos, 15%.

En­tre os que fa­zem acom­pa­nha­men­to na uni­da­de, 57% são ho­mens, 77% têm di­ag­nós­ti­co de aids e 23% são por­ta­do­res do HIV. No ano pas­sa­do, 4 mil pes­so­as fi­ze­ram o tes­te rá­pi­do de HIV.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.