Pré­di­os pú­bli­cos ope­ram com ex­tin­to­res de in­cên­dio ven­ci­dos

Na Câ­ma­ra de Ma­rin­gá e em blo­co da Uni­ver­si­da­des Es­ta­du­al de Ma­rin­gá, re­por­ta­gem ve­ri­fi­cou equi­pa­men­tos fo­ra do pra­zo de va­li­da­de. Já a 9ª SDP nem ex­tin­to­res pos­sui Ven­das es­tão em al­ta

O Diario do Norte do Parana - - CIDADES - Mu­ri­lo Gat­ti

mgat­ti@odi­a­rio.com O blo­co on­de fi­cam os la­bo­ra­tó­ri­os de in­for­má­ti­ca da Uni­ver­si­da­de Es­ta­du­al de Ma­rin­gá (UEM), a Câ­ma­ra Mu­ni­ci­pal e a se­de da 9ª Sub­di­vi­são Po­li­ci­al de Ma­rin­gá pos­su­em um pro­ble­ma co­mum. A fal­ta de ga­ran­tia de fun­ci­o­na­men­to dos ex­tin­to­res de in­cên­dio. Nos três lo­cais, os equi­pa­men­tos de se­gu­ran­ça es­tão ven­ci­dos ou nem ocu­pam mais o lu­gar de­ter­mi­na­do pe­los pro­je­tos de se­gu­ran­ça.

Na en­tra­da prin­ci­pal da 9ª SDP so­brou ape­nas o gan­cho pa­ra afi­xar o equi­pa­men­to. No cor­re­dor prin­ci­pal do pré­dio, tam­bém não há si­nal de ex­tin­to­res, que es­ta­ri­am to­dos guar­da­dos em um de­pó­si­to. O delegado-che­fe da 9ª SDP, Os­nil­do Car­nei­ro Le­mes, re­co­nhe­ce o pro­ble­ma e diz que vai to­mar pro­vi­dên­ci­as e fa­zer as ade­qua­ções ne­ces­sá­ri­as.

“Va­mos che­car a si­tu­a­ção. Além dos ex­tin­to­res tam­bém pre­ci­sa­mos ade­quar as man­guei­ras e os hi­dran­tes. Te­mos fei­to vis­to­ri­as em ou­tros es­ta­be­le­ci­men­tos e nos mo­bi­li­zan­do por cau­sa dos úl­ti­mos acon­te­ci­men­tos e pre­ci­sa­mos acer­tar a si­tua- ção aqui”, afir­ma Le­mes.

Se­gun­do Le­mes, um pe­di­do in­for­mal de vis­to­ria foi fei­to ao Cor­po de Bom­bei­ros. “Pe­di pa­ra que fa­çam uma vis­to­ria. Fo­mos in­for­ma­dos que pre­ci­sa­re­mos con­tra­tar um en­ge­nhei­ro pa­ra ana­li­sar qu­an­tos ex­tin­to­res pre­ci­sa­mos”, diz.

No blo­co C56 da UEM, on­de fun­ci­o­nam di­ver­sos la­bo­ra­tó­ri­os de in­for­má­ti­ca, a si­tu­a­ção ve­ri­fi­ca­da on­tem tam­bém era pre­o­cu­pan­te. No pré­dio de três an­da­res, ne­nhum dos seis ex­tin­to­res es­ta­va den­tro do pra­zo de va­li­da­de. Par­te de­les foi car­re­ga­da em ou­tu­bro de 2008 e a vis­to­ria de­ve­ria ter si­do re­a­li­za­da no ano se­guin­te, em ou­tu­bro de 2009.

Um dos ex­tin­to­res do pré­dio foi re­ti­ra­do do lo­cal e ou­tro ve­ri­fi­ca­do pe­la re­por­ta­gem es­ta­va ven­ci­do des­de 2010. “Nem ti­nha re­pa­ra­do que os ex­tin­to­res es­tão ven­ci­dos. É meio pe­ri­go­so is­so. Depois do que acon­te­ceu no Rio “Te­mos fei­to vis­to­ri­as em ou­tros es­ta­be­le­ci­men­tos e nos mo­bi­li­zan­do por cau­sa dos úl­ti­mos acon­te­ci­men­tos e pre­ci­sa­mos acer­tar a si­tu­a­ção aqui” Gran­de do Sul, a gen­te fi­ca com o ‘pé atrás’”, ava­lia o es­tu­dan­te Dou­glas To­le­do, que es­ta­va vi­si­tan­do a UEM, on­tem. “Nun­ca ti­nha re­pa­ra­do, mas acho is­so ruim. É uma si­tu­a­ção que pre­o­cu­pa um pou­co”, con­si­de­ra o es­tu­dan­te de Ci­ên­ci­as da Com­pu­ta­ção, André Al­ber­to.

A re­por­ta­gem tam­bém ve­ri­fi­cou a si­tu­a­ção dos ex­tin­to­res na Bi­bli­o­te­ca Cen­tral da UEM e ao me­nos mais dez blo­cos com sa­las de au­la e to­dos os equi­pa­men­tos es­ta­vam den­tro da va­li­da­de. O co­or­de­na­dor do Ser­vi­ço de Se­gu­ran­ça do Tra­ba­lho da ins­ti­tui­ção de en­si­no, Ed­val­do dos Santos Ara­gão, con­cor­da que hou­ve fa­lha na ma­nu­ten­ção dos equi­pa­men­tos, mas ga­ran­te que o blo­co C56 se­ria o úni­co a apre­sen­tar pro­ble­mas. “Es­ta­mos fa­zen­do a ma­nu­ten­ção em to­dos os se­to­res da UEM e até ama­nhã (ho­je) va­mos ve­ri­fi­car as si­tu­a­ções pen­den­tes. A uni­ver­si­da­de tem 1.200 ex­tin­to­res e es­ta­mos pre­pa­ran­do a no­va li­ci­ta­ção pa­ra fa­zer a re­car­ga, pois mui­tos vão ven­cer em mar­ço des­te ano”, re­la­ta Ara­gão. On­tem, no co­me­ço da noi­te, Ara­gão in­for­mou que os ex­tin­to­res ven­ci­dos fo­ram subs­ti­tuí­dos.

A Câ­ma­ra, que cri­ou nes­ta se­ma­na uma Co­mis­são Es­pe­ci­al de Es­tu­dos pa­ra ve­ri­fi­car prin­ci­pal­men­te a se­gu­ran­ça em ca­sas no­tur­nas e ou­tros es­ta­be­le­ci­men­tos com gran­de pre­sen­ça de pú­bli­co, é ou­tro pré­dio pú­bli­co que es­tá com os ex­tin­to­res ven­ci­dos. O equi­pa­men­to que fi­ca no ple­ná­rio da Ca­sa, por exem­plo, aguar­da uma ve­ri­fi­ca­ção des­de mar­ço do ano pas­sa­do.

No se­gun­do pi­so da Câ­ma­ra, lo­cal on­de fo­ram ve­ri­fi­ca­dos pe­la re­por­ta­gem mais dois equi­pa­men­tos, o ser­vi­ço de che­ca­gem da car­ga do ex­tin­tor de­ve­ria ter si­do fei­to em se­tem­bro de 2012. Em res­pos­ta ao pro­ble­ma, a as­ses­so­ria de im­pren­sa do Le­gis­la­ti­vo mu­ni­ci­pal in­for­mou o pre­si­den­te Ulis­ses Maia (PP) man­dou ofí­cio ao Cor­po de Bom­bei­ros no dia 29 de ja­nei­ro de 2013, pa­ra so­li­ci­tar uma vis­to­ria ge­ral no pré­dio da Câ­ma­ra pa­ra ve­ri­fi­car as con­di­ções de se­gu­ran­ça. “Res­sal­ta-se que es­sa Ca­sa de Leis tem o com­pro­mis­so jun­to à po­pu­la­ção de exer­cer su­as ati­vi­da­des em lo­cal de­vi­da­men­te apro­va­do pe­los ór­gãos de fis­ca­li­za­ção do mu­ni­cí­pio, so­bre­tu­do em re­la­ção à se­gu­ran­ça”, diz tre­cho do ofí­cio.

A re­por­ta­gem tam­bém ve­ri­fi­cou ex­tin­to­res de in­cên­dio na ro­do­viá­ria de Ma­rin­gá, no Fórum Es­ta­du­al, Fórum da Jus­ti­ça Fe­de­ral, pre­fei­tu­ra e Agên­cia do Tra­ba­lha­dor. Nes­ses lo­cais não fo­ram en­con­tra­dos equi­pa­men­tos com a da­ta de va­li­da­de ven­ci­da. Há 22 anos no mer­ca­do de equi­pa­men­tos de se­gu­ran­ça, o em­pre­sá­rio El­cio da Sil­va An­dreu mos­tra o es­to­que re­cém-ad­qui­ri­do. Ele com­prou 500 ex­tin­to­res e es­pe­ra ven­der tudo em me­nos de 2 me­ses. “Nor­mal­men­te fa­ze­mos pe­di­dos de 200 equi­pa­men­tos. Mas de­ci­di que vou fa­zer pro­pa­gan­da e ofe­re­cer es­ses ex­tin­to­res que têm va­li­da­de de 5 anos, pa­ra re­si­dên­ci­as tam­bém.”

Se­gun­do An­dreu, depois do in­cên­dio na bo­a­te Kiss, em San­ta Maria, Rio Gran­de do Sul, no dia 27 de ja­nei­ro, as ven­das au­men­ta­ram cer­ca de 30%. “A pro­cu­ra cres­ceu bas­tan­te no co­mér­cio, prin­ci­pal­men­te por ba­res e ca­sas no­tur­nas. Tem em­pre­sá­ri­os co­lo­can­do até mais equi­pa­men­tos do que é exi­gi­do pe­la le­gis­la­ção.”

Ele ci­ta o exem­plo de uma ca­sa no­tur­na que ad­qui­riu nos úl­ti­mos di­as se­te ex­tin­to­res, pla­cas de si­na­li­za­ção de saí­das de emer­gên­cia e a de­mar­ca­ção obri­ga­tó­ria do pi­so. “Eles ti­nham ape­nas dois ex­tin­to­res e os equi­pa­men­tos es­ta­vam ven­ci­dos há 2 anos.” O em­pre­sá­rio con­fir­ma que após o ven­ci­men­to do pra­zo pa­ra ve­ri­fi­ca­ção da car­ga há o ris­co do equi­pa­men­to não fun­ci­o­nar.

João Cláudio Fra­go­so

Ex­tin­to­res em re­ven­da de Ma­rin­gá: au­men­to do vo­lu­me de pe­di­dos

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.