Apro­va­da re­du­ção de até 70% do IPTU

Pro­pos­ta al­te­ra a plan­ta de va­lo­res ge­né­ri­cos do bair­ro. Do­nos de imó­veis vi­nham pres­si­o­nan­do o mu­ni­cí­pio por con­ta dos al­tos va­lo­res lan­ça­dos pe­la pre­fei­tu­ra

O Diario do Norte do Parana - - CIDADES - Fábio Lin­jar­di

lin­jar­di@odi­a­rio.com A Câ­ma­ra Mu­ni­ci­pal de Ma­rin­gá apro­vou on­tem re­du­ção em até 70% do IPTU de 2013 de imó­veis no Jar­dim Ori­en­tal, na zo­na nor­te. O pro­je­to te­ve a as­si­na­tu­ra de to­dos os 15 ve­re­a­do­res e en­trou em pau­ta em re­gi­me de ur­gên­cia.

Com car­ta­zes nas mãos, pro­pri­e­tá­ri­os de lo­tes no Jar­dim Ori­en­tal acom­pa­nha­ram a ses­são da Câ­ma­ra. An­tes de se­guir pa­ra a pre­fei­tu­ra, a pro­pos­ta pre­ci­sa pas­sar pe­la se­gun­da vo­ta­ção, na pró­xi­ma ter­ça-fei­ra.

O pro­je­to al­te­ra a plan­ta de va­lo­res ge­né­ri­cos do bair­ro. Ho­je, o va­lor mí­ni­mo pre­vis­to pe­la plan­ta – que ser­ve co­mo ba­se pa­ra o IPTU – é de R$ 298 por metro qua­dra­do. Já o va­lor má­xi­mo é de R$ 394 por metro qua­dra­do. A re­vi­são pro­pos­ta pe­los par­la­men­ta­res pre­vê que o va­lor mí­ni­mo se­ja de R$ 75 por metro qua­dra­do e má­xi­mo de R$ 115. Es­ti­ma-se que o im­pac­to se­ja de cer­ca de R$ 1 mi­lhão no que era pre­vis­to pa­ra ser ar­re­ca­da­do. “Hou­ve uma co­bran­ça fo­ra do nor­mal e es­ta­mos bus­can­do cor­ri­gir is­so”, dis­se o pre­si­den­te da Ca­sa, Ulis­ses Maia (PP).

Se­gun­do os ve­re­a­do­res, os no­vos va­lo­res fo­ram ela­bo­ra­dos com ba­se na mé­dia do que é co­bra­do em dois bair­ros vi­zi­nhos ao Ori­en­tal: jar­dins Ata­mi e Mon­te Rei. “Da pró­xi­ma vez que che­gar a plan­ta ge­né­ri­ca do mu­ni­cí­pio pa­ra apro­va­ção aqui na Câ­ma­ra, va­mos ter que olhar mais aten­ta­men­te, rua por rua”, dis­se o ve­re­a­dor Humberto Hen­ri­que (PT).

O apo­sen­ta­do Apa­re­ci­do Hi­lá­rio Ve­ro­ne­ze dis­se que acre­di­tou que a pre­fei­tu­ra ha­via se en­ga­na­do com o va­lor do IPTU quan­do re­ce­beu o car­nê. “Quan­do vi que era aque­le va­lor mes­mo co­lo­quei na ga­ve­ta. Não ia pagar de jei­to ne­nhum, por­que é um ab­sur­do. O lo­te­a­men­to ain­da nem foi li­be­ra­do pa­ra­a­gen­te­cons­truir­ca­sa”,diz.

Ho­je, um lo­te de 400 me­tros qua­dra­dos (ta­ma­nho do me­nor ter­re­no) no Jar­dim Ori­en­tal re­ce­be uma co­bran­ça de R$ 2.145.6 – sem con­tar a ta­xa de ilu­mi­na­ção pú­bli­ca. Com a no­va alí­quo­ta, o va­lor mí­ni­mo pas­sa­ria pa­ra R$ 540.

O cál­cu­lo é fei­to da se­guin­te for­ma (va­le pa­ra a ci­da­de in­tei­ra): mul­ti­pli­ca-se a área do lo­te pe­lo va­lor co­bra­do por metro qua­dra­do pa­ra a re­gião. Na sequên­cia, é apli­ca­do um des­con­to de 40%. O IPTU so­bre lo­tes sem edi­fi­ca­ções equi­va­le a 3% des­se to­tal.

A pro­pos­ta dos ve­re­a­do­res tam­bém in­clui a re­ti­ra­da da ta­xa de ilu­mi­na­ção pú­bli­ca co­bra­da nes­te ano no Jar­dim Ori­en­tal, por­que o bair­ro ain­da não es­tá li­be­ra­do pa­ra obras. Se­gun­do os ve­re­a­do­res, a co­bran­ça da ta­xa de ilu­mi­na­ção de­ve­rá ser fei­ta ape­nas após a li­be­ra­ção do lo­te­a­men­to pa­ra a cons­tru­ção de ca­sas.

Res­pon­sa­bi­li­da­de

Pa­ra que a re­du­ção dos va­lo­res não se en­qua­dre co­mo re­nún­cia fis­cal – o que se ar­re­ca­da­ria cons­ta do Or­ça­men­to do mu­ni­cí­pio des­te ano -, a Câ­ma­ra to­mou uma po­si­ção iné­di­ta: vai “ban­car” a di­fe­ren­ça. O va­lor se­ria com­pen­sa­do pe­las cha­ma­das “so­bras” da Ca­sa, aqui­lo que os ve­re­a­do­res não gas­ta­ram no ano pas­sa­do.

João Cláudio Fra­go­so

Pro­je­to que pre­vê re­du­ção do va­lor do IPTU no Jar­dim Ori­en­tal foi vo­ta­do on­tem, em re­gi­me de ur­gên­cia

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.