Ger­mâ­ni­ca

Ale­ma­nha no Bra­sil, a agen­da cul­tu­ral de Ma­rin­gá con­ta­rá com par­ce­ria en­tre os dois paí­ses; co­me­mo­ra­ções co­me­çam em maio

O Diario do Norte do Parana - - O DIÁRIO DO NORTE DO PARANÁ -

ven­ti­on & Vi­si­tors Bu­re­au tra­ba­lha em par­ce­ria com o con­ven­ti­on de Lon­dri­na.

O di­re­tor exe­cu­ti­vo da TRI, Alexandre Fa­ri­na, que ini­ci­ou o pro­je­to mês pas­sa­do, diz es­tar oti­mis­ta com a ade­são de em­pre­sas de Ma­rin­gá, prin­ci­pal­men­te da área cul­tu­ral. O pra­zo pa­ra o en­vio das pro­pos­tas ini­ci­ais da­que­les pro­du­to­res que têm o in­te­res­se de atu­ar em par­ce­ria com o con­su­la­do ale­mão em pro­je­tos cul­tu­rais na ci­da­de que fa­çam re­fe­rên­cia ao país eu­ro­peu se en­cer­rou on­tem. Mas in­te­res­sa­dos que ain­da não se ins­cre­ve­ram po­de­rão ob­ter no­vos es­cla­re­ci­men­tos pe­lo email: in­fo@ter­ra­ro­xa.org.br. “A par­tir dos emails, a or­ga­ni­za­ção dos even­tos vai ava­li­ar ca­so a ca­so”, diz.

Na área da cul­tu­ra, ini­ci­al­men­te, mos­tra­ram in­te­res­se em par­ti­ci­par do pro­je­to o Fes­ti­val de Ci­ne­ma de Ma­rin­gá, a Mos­tra de Te­a­tro Contemporâneo, a Or­ques­tra Fi­larmô­ni­ca Ce­su­mar e a Se­cre­ta­ria de Cul­tu­ra, in­for­ma o di­re­tor. “Es­ta­mos di­a­lo­gan­do com gru­pos tra­di­ci­o­nais da Ale­ma­nha que exis­tem na ci­da­de pa­ra que pos­sam tam­bém par­ti­ci­par do ano de co­me­mo­ra­ção.”

Um dos pro­je­tos en­vol­ven­do a pre­fei­tu­ra, diz Fa­ri­na, é re­la­ci­o­na­do com a Ca­te­dral Ba­sí­li­ca Nos­sa Se­nho­ra Apa­re­ci­da de Fá­ti­ma. “Es­ta­mos ana­li­san­do, jun­ta­men­te com a Se­cre­ta­ri­a­de Cul­tu­ra e a Di­o­ce­se, a pos­si­bi­li­da­de de, já em me­a­dos de maio, or­ga­ni­zar­mos uma ilu­mi­na­ção es­pe­ci­al na Ca­te­dral com as co­res da ban­dei­ra da Ale­ma­nha.”

Dan­ça

No rit­mo da pol­ca, da mar­cha ou da val­sa, em seus tra­jes tra­di­ci­o­nais, se­rá com a ale­gria da dan­ça que o gru­po fol­cló­ri­co Grü­ne Stadt pre­ten­de ho­me­na­ge­ar a Ale­ma­nha nes­te ano es­pe­ci­al en­vol­ven­do os dois paí­ses. A ex­pec­ta­ti­va do co­or­de­na­dor e en­sai­a­dor do Grü­ne Stadt, Jo­a­quim Mar­tins Ju­ni­or, é que o gru­po de dan­ça ma­rin­ga­en­se te­nha agen­da cheia por con­ta do Ano da Ale­ma­nha no Bra­sil. “Da­qui pa­ra fren­te, a ten­dên­cia é que te­nha­mos con­vi­tes de vá­ri­as ci­da­des do Es­ta­do e até fo­ra de­le”, diz Mar­tins Jr. O co­or­de­na­dor re­ve- la que, mes­mo ten­do re­ce­bi­do o con­vi­te da Ter­ra Ro­xa Em­pre­en­di­men­tos pa­ra o gru­po in­te­grar o pro­je­to de ati­vi­da­des que se­rão pro­gra­ma­das na ci­da­de, ain­da não foi pos­sí­vel de­fi­nir al­go mais con­cre­to por­que os dan­ça­ri­nos ain­da es­tão em fé­ri­as.

Des­de 2011, o gru­po Grü­ne Stadt (fun­da­do em 1977), com­pos­to por uma tur­ma de dan­ça­ri­nos adul­tos e ou­tra de cri­an­ças, re­a­li­za seus en­sai­os no Ce­su­mar. Mar­tins Ju­ni­or afir­ma que, em­bo­ra a colô­nia ale­mã em Ma­rin­gá não se­ja mui­to gran­de, as tra­di­ções vin­das da­que­le país não mor­re­ram. “Em Ma­rin­gá, os ale­mães fi­ze­ram par­te da co­lo­ni­za­ção, vi­e­ram acom­pa­nhan­do a Cia Me­lho­ra­men­tos. Mas depois que a ci­da­de já es­ta­va con­so­li­da­da, não vi­e­ram mais imi­gran­tes e aque­les que es­ta­vam ou mor­re­ram ou se mu­da­ram. Atu­al­men­te, a colô­nia é mui­to pe­que­na, mas te­mos nos­so gru­po fol­cló­ri­co e te­mos tam­bém um bom res­tau­ran­te ale­mão, além de du­as igre­jas lu­te­ra­nas, uma no Cen­tro e ou­tra no Jar­dim Al­vo­ra­da.”

Mú­si­ca

O pro­je­to “Ale­ma­nha + Bra­sil – Quan­do as Idei­as se En­con­tram” em Ma­rin­gá tam­bém con­ta­rá com a par­ti­ci­pa­ção da Or­ques­tra Fi­larmô­ni­ca Ce­su­mar (OFC). O ma­es­tro Da­vi Oli­vei­ra es­tá ani­ma­do com as pos­si­bi­li­da­des de en­vol­ver a or­ques­tra com al­gu­ma te­má­ti­ca ger­mâ­ni­ca, mas diz que ain­da não há na­da de­fi­ni­do. “Ain­da pre­ci­sa­mos nos reu­nir com o rei­tor pa­ra pen­sar­mos nos pro­je­tos que pos­sam acon­te­cer en­vol­ven­do a OFC no Ano da Ale­ma­nha no Bra­sil”, con­ta.

Pa­ra Oli­vei­ra, são mui­tos os com­po­si­to­res im­por­tan­tes pa­ra a mú­si­ca que nas­ce­ram ou vi­ve-

Te­a­tro

ram na Ale­ma­nha. “A Or­ques­tra Fi­larmô­ni­ca de Ber­lim é uma es­co­la pa­ra a gen­te. Com cer­te­za, o le­que de op­ções en­vol­ven­do a mú­si­ca e a Ale­ma­nha é mui­to gran­de e po­de­re­mos pen­sar em al­go ba­ca­na pa­ra es­te ano.” Pa­ra Mar­cio Alex Pe­rei­ra, co­or­de­na­dor da Mos­tra de Te­a­tro Contemporâneo – Ma­rin­gá, o Ano da Ale­ma­nha no Bra­sil coin­ci­diu com uma pro­pos­ta que a mos­tra vi­nha exe­cu­tan­do des­de a sua pri­mei­ra edi­ção, em 2011, que é a de re­co­nhe­cer a in­fluên­cia do te­a­tro épi­co-di­a­lé­ti­co ale­mão, com ba­se prin­ci­pal­men­te nos tra­ba­lhos de Ber­tolt Bre­cht, pa­ra o te­a­tro contemporâneo.

Com a pos­si­bi­li­da­de de fe­char par­ce­ri­as com o Mi­nis­té­rio Ale­mão das Re­la­ções Ex­te­ri­o­res, a mos­tra des­te ano, que acon­te­ce­rá nos pri­mei­ros di­as de agos­to, te­rá em sua pro­gra­ma­ção es­pe­tá­cu­los de com­pa­nhi­as na­ci­o­nais que tra­ba­lham o te­a­tro di­a­lé­ti­co ale­mão. Além dis­so, diz Pe­rei­ra, es­tão tra­ba­lhan­do tam­bém pa­ra ten­tar tra­zer a Ma­rin­gá al­gum es­pe­tá­cu­lo vin­do di­re­ta­men­te da Ale­ma­nha. “Já con­fir­ma­mos, pa­ra a mos­tra, a mon­ta­gem de ‘Ham­let Machine’, de Cam­po Mourão, que tra­ba­lha com o te­a­tro di­a­lé­ti­co e se ins­pi­ra na obra de Hei­ner Mül­ler. Além dis­so, já con­fir­ma­mos a par­ti­ci­pa­ção de dois gru­pos de te­a­tro da Pa­raí­ba que tam­bém se in­flu­en­ci­am no te­a­tro ale­mão e em obras de Mül­ler e Bre­cht”, adi­an­ta o co­or­de­na­dor da mos­tra. “Te­re­mos apoio tam­bém do Instituto Go­ethe, que in­clui­rá em seu ca­len­dá­rio de re­co­men­da­ções ofi­ci­ais a Mos­tra de Te­a­tro Contemporâneo de Ma­rin­gá”, con­ta.

Divulgação

Gru­po fol­cló­ri­co Grü­ne Stadt ao la­do de ar­te com a ban­dei­ra do Bra­sil, no Ce­su­mar; gru­po pre­ten­de fa­zer apre­sen­ta­ções até fo­ra do Es­ta­do

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.