DIAADIA

O Diario do Norte do Parana - - CIDADES -

Po­lí­cia

A par­tir de mar­ço, a Es­co­la Su­pe­ri­or de Po­lí­cia Ci­vil vai ofe­re­cer aos po­li­ci­ais o Cur­so de Atu­a­li­za­ção e Qua­li­fi­ca­ção Per­ma­nen­te de Aten­di­men­to ao Ci­da­dão.

Aten­di­men­to

O ob­je­ti­vo é apri­mo­rar o aten­di­men­to nas de­le­ga­ci­as de to­do o Pa­ra­ná, dan­do aos po­li­ci­ais ci­vis a me­lhor for­ma de li­dar com as ne­ces­si­da­des da po­pu­la­ção.

Ou­tro cur­so

Mui­to bom, mas os po­li­ci­ais que­ri­am, is­so sim, um cur­so de co­mo ga­nhar me­lho­res sa­lá­ri­os.

Car­na­val

Lei­to­ra foi no Car­na­val de um clube ma­rin­ga­en­se e dis­se hor­ro­res: pou­ca gen­te, po­vo de­sa­ni­ma­do e a ban­da não to­ca­va na­da —com os mú­si­cos, in­clu­si­ve, es­que­cen­do as le­tras da can­ções.

In­se­pul­tos

Co­mo o fu­te­bol pro­fis­si­o­nal, o Car­na­val morreu em Ma­rin­gá. Só es­que­ce­ram de en­ter­rar.

Ro­do­vi­as

Lo­ta­das es­tão as ro­do­vi­as do Pa­ra­ná. O que as pe­da­gi­a­do­ras es­tão fa­tu­ran­do de­ve ser uma fá­bu­la. E é em gra­na, em es­pé­cie. Pos­to de pe­dá­gio não acei­ta che­que.

Con­ver­san­do

Pre­fei­to Pu­pin re­ce­beu a di­re­to­ria do Sism­mar, na úl­ti­ma sex­ta­fei­ra à tar­de. Ex­pli­cou que não po­de fa­lar com os di­re­to­res an­tes, por cau­sa das atri­bu­la­ções dos car­gos.

Pe­di­dos

Os di­re­to­res do sin­di­ca­to que re­pre­sen­ta os ser­vi­do­res apre­sen­ta­ram ao pre­fei­to uma pau­ta de rei­vin­di­ca­ções, es­pe­ci­al­men­te re­a­jus­te sa­la­ri­al pa­ra qu­em ga­nha pou­co. Ele vai ana­li­sar.

Pro­fes­so­res

Dia 18 pró­xi­mo o Go­ver­no do Pa­ra­ná lança edi­tal de con­cur­so pú­bli­co pa­ra con­tra­ta­ção de mais

13.771 pro­fes­so­res.

En­si­no bá­si­co

Se­rão con­tra­ta­dos pro­fes­so­res e pe­da­go­gos pa­ra a re­de de edu­ca­ção bá­si­ca, aten­den­do os 32 Nú­cle­os Re­gi­o­nais de Edu­ca­ção.

Ce­lu­la­res

As em­pre­sas de te­le­fo­nia es­tão na mi­ra do pre­si­den­te da Co­mis­são de Fis­ca­li­za­ção e Con­tro­le da Câ­ma­ra Fe­de­ral, o de­pu­ta­do ma­rin­ga­en­se Ed­mar Arruda. Mí­ni­mo Ed­mar vai ques­ti­o­nar, du­ran­te reu­nião que a Co­mis­são te­rá com as te­lefô­ni­cas, por que qu­em tem te­le­fo­ne pré-pa­go é obri­ga­do a co­lo­car no mí­ni­mo R$ 8 quan­do vai re­car­re­gar seus cré­di­tos.

Mo­ti­vo

Ed­mar Arruda dis­se que ho­je em dia pes­so­as po­bres têm ce­lu­lar e o cor­re­to é que re­car­re­guem os cré­di­to no va­lor que pu­de­rem.

Em­prés­ti­mo

A pos­sí­vel ex­pli­ca­ção de que o cus­to ope­ra­ci­o­nal é al­to não se jus­ti­fi­ca, pois as em­pre­sas em­pres­tam cré­di­to de R$ 4.

Ta­xa al­ta

Uma de­las em­pres­ta R$ 4 de cré­di­to pa­ra o cli­en­te que se vê im­pos­si­bi­li­ta­do mo­men­ta­ne­a­men­te de re­car­re­gar e se ele não re­por o va­lor em até 24 ho­ras, pa­ga R$ 1,20 de ta­xa.

Agi­o­ta­gem

É uma es­pé­cie de agi­o­ta­gem ele­trô­ni­ca. Aliás, nem agi­o­ta co­bra tan­to.

Ze­ra­das

As armas Ta­ser uti­li­za­das por agen­tes da Guar­da Mu­ni­ci­pal de Ma­rin­gá con­ti­nu­am vir­gens. Ne­nhum dis­pa­ro de cho­que foi fei­to até ago­ra.

Úl­ti­ma

O Car­na­val aca­ba ho­je. Com is­so (aqui é Bra­sil) 2013 co­me­ça ama­nhã, depois do al­mo­ço. Fe­liz Ano No­vo.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.